Assistimos a gravíssimas denúncias nestas últimas horas antes do impeachment. Já verificamos que o PT está comprando votos com dinheiro vivo, com somas que chegam a R$ 1 milhão de reais negociadas abertamente no hotel Golden Tulip.

Lula ele próprio diz que vai “conversar com governadores”. Sem disfarçar mais, afirma desabridamente que “é igual Bolsa de Valores”. A presidente Dilma Rousseff também partiu para a ofensiva, afirmando que vai “reverter”, não se sabe por quais meios, os votos dos deputados.

Uma notícia estarrecedora já não parece mais causar surpresa nenhuma no país: o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão, até há pouco favorável ao impeachment, mudou seu voto logo após ser flagrado pelo movimento Nas Ruas entrando no hotel Golden Tulip, onde está hospedado o ex-presidente Lula. Estes fatos que causariam uma revolução num país sério são apenas novas notas de rodapé na atual situação da nossa república.

Por esta razão, Janaína Paschoal, autora do pedido de impeachment, manda um recado para os deputados indecisos, sobretudo aqueles negociando o futuro do país no balcão “Bolsa de Valores” da venda de dinheiro, ministérios e cargos orquestrado por Lula e pelo PT:

Contribua para manter o Senso Incomum no ar se tornando nosso patrão através de nosso Patreon – precisamos de você!

Não perca nossas análises culturais e políticas curtindo nossa página no Facebook 

E espalhe novos pensamentos seguindo nosso perfil no Twitter: @sensoinc











  • Profa. Janaina (ou Flávio), a Sra. acha que a Dilma deve sofrer impeachment, assumindo a presidência Michel Temer até 2018? Ou que a chapa DIlma-Temer deve ser cassada pelo TSE, convocando,assim, novas eleições?Qual destes cenários é melhor para o Brasil? https://www.youtube.com/watch?v=JHeQU2dAPBc

  • Pablo Dias

    Uma correção: ele está no Royal Tulip, não no Golden Tulip. Os dois ficam no mesmo lugar e são do mesmo grupo, mas o Royal Tulip é um hotel de categoria superior, com diárias mais caras. O quarto mais caro do Golden custa 300/noite. Do Royal, pelo menos 750/noite. E é na suite mais cara que o Lula está, afinal o “operário defensor dos pobres” não consegue ficar longe de coisa fina.

Sem mais artigos