Facebooktwittermail

donald trump

Sou Trump desde criancinha. Mais precisamente, desde ontem. Se você tem alguma preocupação com os rumos do planeta, deveria ser também.

Sei de todos os defeitos de Trump, tanto os reais quanto imaginários, e lamento a estupidez dos principais comentaristas conservadores americanos que não foram apenas contra a indicação do seu nome (eu fui contra até ontem) mas apostaram no tudo ou nada e queimaram as pontes possíveis para um acordo a partir da sua nomeação. É um momento em que muitos “pundits” deveriam considerar seriamente a aposentadoria.

O treino acabou e é hora do campeonato. Não há pouca coisa em jogo nesta eleição presidencial e é bom você ter plena noção disso. Lembre do que disse Andrew Breitbart em 2012, quando muitos conservadores torciam o nariz para Mitt Romney (se você não sabe quem é Andrew Breitbart, não perca tempo com Trump agora e vá estudar um pouco): “a luta é contra eles, eu vou apoiar qualquer candidato republicano, não importa, é nós contra eles. Se você não apoia nossos candidatos, você é uma vergonha para nosso lado. Se você não ajuda nosso lado por ter restrições ao candidato, você está do lado deles.”

Barack Obama deixará a presidência com uma coleção inigualável de crimes contra o próprio país, que vão da explosão do déficit público ao acordo com o Irã que poderá levar o mundo à Terceira Guerra Mundial, em parte com a cumplicidade de Hillary Clinton. O próximo presidente terá que reverter parte deste desastre e ainda indicar um juiz da Suprema Corte que será o fiel da balança entre direita e esquerda na mais alta instância jurídica da única superpotência do planeta.

“Ah, mas Trump pode fazer isso e aquilo”. Sim, ele pode cometer erros, mas enquanto em relação a ele trabalhamos com possibilidades e hipóteses, Hillary tem um currículo que deverá um dia não só desqualificar seu nome para qualquer cargo público como mandá-la para a cadeia. É literalmente o desastre certo pelo duvidoso. “Mas Trump já foi do lado de lá e teve posições de esquerda”. Ronald Reagan também, próximo assunto. Até Olavo de Carvalho e David Horowitz já foram de esquerda, C. S. Lewis já foi ateu, Saulo de Tarso matava cristãos antes de se tornar São Paulo. Sigamos.

Trump pode ser um idiota ou um gênio, os próximos meses dirão. Se ele é um bilionário narcisista e destemperado ou um brilhante estrategista que usou as mais novas táticas do playbook político para vencer, só saberemos com o tempo. Se Trump subitamente assumir um tom conciliatório e começar a soar como estadista, é preciso parar de dizer que ele não sabe o que está fazendo.

Num momento em que a grande imprensa, especialmente a americana, está praticamente toda virada para a esquerda e em campanha pelo partido democrata, bancar o louco para ganhar as manchetes e manipular a imprensa para abrir um canal direto com a população é simplesmente genial. Como saber se ele brincou com todo mundo para ter acesso aos eleitores menos instruídos e, após criar uma base sólida de apoio popular, vai buscar uma conciliação com os formadores de opinião, não há como saber neste momento. E aconselho que você desconfie de todo mundo que acha que sabe o que vai acontecer, especialmente numa eleição que está desafiando todas as previsões.

Um dos mais inteligentes conservadores da atualidade é Milo Yiannopoulos, o britânico que trabalha no Breitbart.com de Londres. Católico, abertamente gay e com 32 anos, é uma das vozes mais lúcidas comentando o atual momento da política americana e um defensor ferrenho de Donald Trump. Para ele, o Partido Republicano está envelhecido, perdeu a conexão com a realidade e com as bases, e só um troll como Trump para chacoalhar tudo e forçar a renovação do partido. Espero que ele esteja certo.

Agora é hora de curar as feridas da batalha anterior e se preparar para a guerra ao lado de Trump contra Hillary. Falo como alguém que apoiou Scott Walker, Carly Fiorina e Ted Cruz contra Trump, mas ele venceu democraticamente um por um por mérito e não há como não reconhecer que ele é o merecedor da vaga.

Antes de tomar uma decisão contrária a Trump apenas para não dar o braço a torcer, lembre do que disse John Milton, papel de Al Pacino em “O Advogado do Diabo” (1999): “Vanity – definitely my favorite sin.” O mundo não suportará mais quatro anos de desmandos na Casa Branca e é isso que importa.

Contribua para manter o Senso Incomum no ar se tornando nosso patrão através de nosso Patreon – precisamos de você!

Não perca nossas análises culturais e políticas curtindo nossa página no Facebook 

E espalhe novos pensamentos seguindo nosso perfil no Twitter: @sensoinc

Saiba mais:







  • Quase todo conservador leu boa literatura, e ela nos ensina de tudo sobre a tolerância às diferenças. Essa literatura fica, por isso a gente não cai na conversa da esquerda sobre ‘preconceitos’. Quem leu Tonio Kruger compreende o amor homosexual, quem leu Gobseck compreende o trabalho mal falado, quem leu Ilíada compreende o dever, a vingança, a trapaça e outras fraquezas humanas para a sobrevivencia, e por aí vai. Não precisamos do politicamente correto para sermos corretos por princípios. A esquerda demoniza seus desafetos transformando-os em personagens planas, boas para as massas noveleiras, portanto, e querendo provar a todo custo que elas não são sucessão de atitudes como todos nós. Pintam Trump como um vilão de desenho animado que quer destruir o mundo. E concordo com tudo isso, não é hora de ficar com pudores, é vai ou racha.
    Logo chegará nossa vez e teremos de assumir nossas escolhas.

  • João

    Eu não consigo entender qual o problema com não-esquerdistas e Trump. Gente, QUALQUER candidato republicano é melhor que um democrata na Casa Branca. Até o Tiririca!

    É uma enorme falta de senso prático! Enquanto a esquerda faz o que tem que fazer (ainda que precise se aliar a banqueiros, moderar o discurso depois de eleitos – Lulinha paz e amor, apoiar o candidato que tem mais chances de colocar o partido no poder) para ganhar, a direita ainda está encalhada no século 19, pensando em “aiiinnn, ele não é da minha ideologia super moderna! Bebê não vai votar nele, tô de mal!”

    Isso é coisa de moleque que ainda mora com a mamãe (ou pior, com a avó). O mundo não é um panfleto do Rothbard, é bem mais complexo. E, no momento, o Trump é a única opção contra os democratas. Achou ruim? Apresente um PLANO PRÁTICO para vencer os democratas nas eleições deste ano. Política não é jogo de futebol, é guerra.

    Esses bebês birrentos preferiam ver os nazistas dominarem toda a Europa na 2ª Guerra ao invés de apoiar uma aliança entre EUA/UK e o demônio URSS.

    PS: pouco depois da derrota do Romney em 2012, o Bill Whittle fez um discurso onde previa que o próximo presidente seria um republicano da CULTURA POP. Veja o motivo: https://www.youtube.com/watch?v=gfi-eUm5zS4

  • Muito bom!! Merecemos uma coluna agora explicando mais os males que Hillary poderia trazer ao mundo, para que as pessoas possam entender o perigo democrata.

  • dudu

    Trump pode ser a salvação do ocidente. Precisamos de pessoas firmes, que batam de frente com o marxismo cultural e social imposto por esquerdistas disfarçados de “equilibrados”…

  • Gosto de vocês, mas desta vez só merda! Pessoas como você, querem insistir em uma direita retrógrada e separatista. Trump é um maluco e só outro maluco para achar que ele é um gênio. Sou de direita, e quero ver uma direita moderna, lutando contra o climate change, aceitando a opção sexual e religiosa de cada um, não se vendendo aos koch brothes e Monsantos. Um personagem político como o Trump, só serve para mostrar que a própria direita Americana está cansada dos republicanos. De sua ignorância científica, moral duvidosa e seu rabo preso a grandes corporações. Meu candidato era Rand Paul, e os políticos republicanos o boicotaram, mostrando que ainda não estão preparados para largar esta ideologia obsoleta. Uma pena, pois é isto que está destruindo o partido republicano.

    • Pablo Dias

      Você é um aparente libertário com tendências de esquerda pelo que apontou (essa história da Monsanto, sério mesmo?), e não de direita. De todo modo, alguns pontos precisam ser levados em consideração:
      o separatismo e a livre associação é (ou era para ser) a essência dos Estados Unidos. E ele tem se perdido nas últimas décadas, seja pelo aumento galopante do governo federal interferindo na autonomia dos Estados e indivíduos, seja pela noção equivocada e politicamente correta proposta pela esquerda e a mídia ao tentar fazer o multicuturalismo parecer um valor positivo por si só (o que não é).
      Os riscos atuais ao ocidente não são a Monsanto ou o aumento da temperatura do planeta, os riscos atuais são a invasão por parte de culturas que não estão nem ai para a tolerância com os diferentes ou para a separação entre igreja e Estado que suponho que você defenda. Se você realmente valoriza isso, sugiro rever suas prioridades.

  • Helio T

    Welcome aboard, Alex! Apesar de um pouco mais velho e um pouco mais conservador que você, admiro o seu conhecimento e postura políticas e fico feliz da ficha ter caído para você. Mesmo antes de conhecer Olavo, sempre fui suficientemente pragmático para detectar rapidamente o perigo incomensuravelmente maior da esquerda em relação a qualquer candidato republicano, por mais radical que ele(a) venha a ser. Morei nos USA por quatro anos já adulto, como diretor de multinacional, e preocupo-me sobremaneira com a perda de identidade e importância no cenário mundial do meu segundo país de coração (e primeiro de minha esposa, também brasileira…) causada basicamente por esta política tosca, frouxa e relativista e, acima de tudo, pelo socialismo “politicamente correto” (argh!) dos democratas.

  • faltou considerar a navalha de hanlon

  • Raposo

    Análise brilhante e acurada! Parabéns! #NeverClinton

  • Everton

    President Trump will make America great again.

    • Renan

      Vejam o absurdo que Donald Trump falou, ele não pode se tornar presidente!!: https://www.youtube.com/watch?v=SpGa8wm85nQ
      Olhem esta outra loucura dita por ele sobre a ONU!! Ele quer acabar com os direitos humanos, LOUCO!LOUCO!LOUCO!:
      https://www.youtube.com/watch?v=KTMi2p2WeFQ
      Vejam aqui como ele quer expulsar todos os imigrantes dos EUA, pregando abertamente uma raça pura, NAZISTA!!:
      https://www.youtube.com/watch?v=Irri0vxNNcM
      Olha só ele destilando ódio e provocando divisão e ataques terroristas, RACISTA!:
      https://www.youtube.com/watch?v=tjJGCBH1nxM

      A MÍDIA TEM RAZÃO, A MÍDIA TEM RAZÃO, A MÍDIA TEM RAZÃO!!!
      Direita Retrógrada!!!

      • Renan

        Vocês, da direita beautiful people, devem achar Bolsonaro um monstro. Tudo bem, cada um tem sua opinião, só espero que a sensatez, exposta nesse artigo, predomine sob a vaidade e o medo do establishment quando chegar as eleições presidenciais no Brasil.