Paste your Google Webmaster Tools verification code here

O comentarista Arnaldo Jabor afirma que Donald Trump é um psicopata e que o mundo só ficaria seguro se outros psicopatas o matassem.

Em seu comentário na CBN, o jornalista Arnaldo Jabor faz um diagnóstico terrível do presidente eleito Donald Trump. Jabor não denuncia nenhuma política de Trump, nenhuma visão estratégica do presidente que pode ser desastrosa – na verdade, nem sequer suas falas impolutas para o politicamente correto são analisadas.

PUBLICIDADE

Arnaldo Jabor apenas garante que Donald Trump é desprezível, e mais não diz e nem lhe é perguntado a respeito de alguma base para tal afirmação. Trocando o termo para “deplorável”, teríamos o mesmo que Hillary Clinton usou para se referir aos Republicanos pobres (ironia das ironias) que votam em Trump, o que lhe rendeu uma polêmica praticamente ignorada pela imprensa brasileira que emprega Jabor.

Arnaldo Jabor analisa, de maneira bizarra, o livro A Máscara da Sanidade, do psiquiatra Hervey Cleckley, famoso por seu estudo pioneiro sobre a psicopatia e tornar a América o primeiro país a catalogá-la juridicamente.

A descrição superficial de Jabor (psicopatas não têm sentimentos, mentem compulsivamente, são egocêntricos) não parece exatamente descrever Donald Trump, homem que inclusive costuma ser retratado como reativo (o que o próprio Jabor afirma, sem notar a contradição), que pode errar, mas volta atrás em seus discursos emotivos para tentar alguma coerência (o que um mentiroso compulsivo nunca faria) e que tampouco apela para o sentimento geral do establishment para ganhar votos fáceis que amaciem seu ego na mídia e na classe falante.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entretanto, as três coisas descrevem quase à perfeição o discurso do próprio Arnaldo Jabor. Descontando uma histeria hipersensível que o eliminaria da primeira categoria.

A única surpresa mesmo fica para o final. Arnaldo Jabor repete o discurso de que Donald Trump é a trombeta do Apocalipse. E solta a fala:

PUBLICIDADE

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trump é o mal. É apavorante pensar que o planeta Terra está nas mãos de um louco, e ninguém pode fazer nada. (pausa para mudança de tom) A não ser quer outros psicopatas o matassem (grifos na voz original).

Aparentemente, psicopatas são pessoas tão deploráveis, ou desprezíveis, que só conseguiriam ter seus desejos satisfeitos se chegassem até mesmo ao extremo de dar cabo da vida de outras pessoas para resolver seus problemas egocêntricos, de mentiras compulsivas e falta de sentimentos.

Ainda estamos procurando alguma declaração de Donald Trump que o encaixe como psicopata capaz de pregar a morte de quem não gosta. A de Arnaldo Jabor foi facilmente encontrável. Afinal, imagine se alguém dissesse algo comparável a respeito de Hillary Clinton numa rádio, se de demissão, o caso não iria parar no FBI por “discurso de ódio” psicopata…

—————

Não perca o artigo exclusivo para nossos patronos. Basta contribuir no Patreon. Siga no Facebook e no Twitter: @sensoinc

  • Abreu

    I don’t know if this would be funny or just disgusting.

    • Mueller Chef

      Miami – FL / U.S.A
      December 5th, 2016

      And your written briefly remarks are in reference to?

  • Marcelo Monteiro Ribeiro

    Faz algum tempo, assistindo a um daqueles programas de debate que o William Waack apresenta na Globonews (Globonews Painel?), ouvi um elogio que o Reinaldo Azevedo fez sobre essa nova geração que saiu às ruas e organizou as gigantescas manifestações a favor do impeachment (MBL, Vem pra rua, etc), em que ele dizia que a vantagem dessa rapaziada era que eles defendiam valores liberais sem terem sido socialistas ou comunistas no passado, como o próprio Reinaldo Azevedo, que foi um trotskista, militante da Libelu. Ele disse que era melhor assim, pois quem já foi socialista ou comunista no passado e deixou de ser, sempre tem “uma cicatriz que coça”. A analogia é perfeita!! Esses chiliques esquerdistas do Jabor é a sua “cicatriz” comunista coçando. Natural. Ainda mais com a postura anti-petista que ele adotou nos últimos tempos, fico imaginando a patrulha que sujeito enfrenta no seu próprio meio, majoritariamente petralha e antiamericano. Para fazer um media com a patota – que certamente o acusa de reacionário, vendido, golpista, etc, etc – , nada melhor do que atacar o novo presidente ianque “fascista” e, dessa maneira, tentar passar a imagem que não se “vendeu” coisa nenhuma; que, no fundo, ainda é um progressista amante da humanidade e inimigo empedernido dos direitistas malvados. Haja saco!!!

    • Pedro Rocha

      As “cicatrizes” do Reinaldo estão coçando bastante ultimamente…

      • WillMDias

        E muito.

        Incrível como a eleição do Trump, fez muitas “cicatrizes” saírem da hibernação.

  • Cláudia Santana

    O mundo só estará seguro com Trump..

  • OTÁRIO, FICA DANDO IDEIA, ACABA ACONTECENDO E DEPOIS VAI CHORAR AS MÁGOAS EM SING-SING COMO COPARTICIPE — ANDA!

  • Ângelo M. Palmeira

    Jair Bolsonaro disse que uma deputada não merece ser estuprada e quase perde o mandato.
    Levy Fidelix disse que “dois iguais não fazem filho” e “órgão excretor não reproduz” e foi condenado em primeira instância a pagar uma multa de R$ 1 milhão.
    Rachel Sheherazade quase perde o emprego por dizer que entendia porque um grupo de pessoas tinha amarrado um criminoso contumaz a um poste.

    Marilena Chauí diz que “odeia a classe média”. Ricardo Boechat diz que é a favor de quebra-quebra. Francisco Bosco escreve em O Globo que os black blocs saqueadores o representam. Agora esse palhaço pede o assassinato de um adversário político…

    Nada aconteceu a eles e nem vai acontecer.

    Aos amigos tudo. Aos inimigos, a lei.

    • ACES HIGH

      Ângelo, permita-me por favor acrescentar a fala de Mauro Iasi, ex-candidato a presidente pelo PCB e professor da UFRJ, na sua lista de barbaridades ditas por esquerdistas canalhas.

      Mauro Iasi defendeu a morte dos conservadores com “um bom paredão, uma boa espingarda, uma boa bala, uma boa pá e uma boa cova”.

  • Álvaro Dorneles

    Jabor eternamente…diretor de pornochanchadas

  • Índio Valdemar

    A eleição de Trump tem servido para desmascarar muita gente. Jabor é um desses palpiteiros, que falam como se tivessem acima do bem e do mal. A dúvida é: Jabor falou apenas uma besteira, movido por um frenesi emocional? Ou revelou o que o seu coraçãozinho de esquerdista esconde?

    • Pedro Rocha

      Isso é regra, não exceção, na mente doentia dele. Basta ver os textos dele contra George Bush, onde ele dizia que o mundo seria mais seguro depois que ele deixasse de ser presidente…

  • Heder Lincoln Garcia

    Arnaldo Jabor, parabéns muda pra Venezuela lá o Trump não vai afetar em nada certeza, grande País que se sustenta onde o comunismo deu certo.

  • Earl John Bean

    Jabor é que tem se mostrado o verdadeiro desprezível e deplorável.

    Quanto ódio no coração!

Sem mais artigos