Recebemos nosso colunista Filipe Martins para uma conversa sobre o futuro da Europa e as eleições que ocorrerão este ano na França, na Alemanha e na Holanda. O que essas eleições nos dizem sobre o destino da União Européia e o que podemos esperar delas?

Guten Morgen, Brasilien! Se nós precisássemos de qualquer lembrança de que 2016 foi o ano em que os movimentos anti-establishment e anti-globalismo atingiram sua maioridade e tornaram-se uma força expressiva no cenário político internacional, tudo o que teríamos que fazer seria olhar para o noticiário. Os ecos do Brexit e da eleição de Donald Trump continuam ressoando por todo o mundo e, para o desespero da grande mídia e de todo o establishment, se farão ouvir nas eleições européias de 2017.

Para analisar o panorama político europeu, recebemos mais uma vez nosso colunista Filipe Martins, que previu o Brexit e acertou 48 dos 50 estados no resultado da eleição americana. Professor de Política Internacional e um dos maiores especialistas em análise prospectiva do Brasil, Filipe nos explica em detalhes quais são os temas que estão pautando as eleições européias e analisa o papel de Marine Le Pen na França, o destino de Angela Merkel na Alemanha e a relevância da candidatura de Geert Wilders na Holanda.

O Front National de Marine Le Pen finalmente chegará ao poder na França? O longo reinado de Angela Merkel na Alemanha receberá um golpe mortal em setembro? Quais são as chances da Alternative für Deutschland (AfD) e de ‎Frauke Petry na disputa alemã? A Holanda elegerá como primeiro ministro o seu próprio Donald Trump? E o que tudo isso nos diz sobre o futuro da União Européia e da política internacional com um todo? É o que vocês descobrirão neste episódio tão esperado do nosso podcast, que traz pra vocês informações e análises sobre as eleições européias que nunca aparecem na grande mídia.

A produção é do Filipe Trielli e do David Mazzuca Neto, no estúdio Panela Produtora. Guten Morgen, Brasilien!

—————

Assine nosso Patreon e tenha acesso à nossa revista digital com as Previsões 2017!

  • Laiks

    PELO AMOR DE DEUS, SÉRIO VOCÊS QUE FAZEM ESSE PODCAST LEIAM ISSO:

    Façam uma podcast sobre a alt-right, as classes ideológicas dentro dela e a diferença entre ela, os liberais ( libertários ) os conservadores mais pra Ted Cruz e os conservadores mais pra Trump E POR QUE DIABOS A MAIORIA DA ALT RIGHT ODEIA CEGAMENTE ISRAEL E OS JUDEUS ( MESMO OS IRAELENSES, NEM DIGO OS JEWS GLOBALISTAS AMERICANOS E EUROPEUS ).

    Essa bagunça/treta entre alt right que odeia cegamente Israel e outros direitistas pró Israel tá me “enlouquecendo” ideologicamente haha, é muita confusão, tô quase pra afirmar que a alt right não é exatamente right e o ódio cego a Israel vem do Adolf. Não tem o menor sentido chegar a defender países islâmicos e muslims contra Israel e os judeus, já vi alt right dizer que Síria não é um país de terroristas e Israel que é.

  • Foi Carnaval, perderíamos muito na audiência. Tivemos uns problemas nessa semana, mas o podcast já está gravado… há um mês. Vamos ver se resolvemos tudo a tempo. Muito obrigado!

    • Lucas Henrique Fernandes

      De fato, soltar algo no carnaval seria usar um canhão para acertar uma andorinha. Mas tenho certeza que estará do caralho! Quantos portais, blogs, escritores etc. temos a mesma certeza de que algo dito/redigido há um mês ainda tenha alguma validade? Obrigado pela atenção de sempre.

  • Raimundo Lulo

    só nao sei de onde tiraram essas ideias pra atribuirem à libertários.. todos que eu conheço são contra imigração sem critérios

  • João Paulo Santos

    Fillion não seria uma opção mais plausível que a Le Pen?

  • DanielFox

    Na Suica, o cara que ajudou a esclarecer o significam os minarets, um judeu, foi processado por racismo (islamico) e foi banido de entrar no Pais. Ou seja, nao sao tao menos “facistas” assim…rs

  • DanielFox

    Muito bom!

Sem mais artigos