Rawrgrarggr!

Jorge Pontual considera Trump “extremista” por chamar Maduro de ditador

O imitador de Chewbacca Jorge Pontual ataca Trump por negociar para que o ditador Maduro siga a vontade do povo no totalitarismo venezuelano.

No seu comentário no Jornal da Globo, Jorge Pontual escolheu bem as palavras para relatar a possibilidade de sanções pelo governo americano à brutal ditadura socialista na Venezuela. Na introdução de William Waack, “Donald Trump ameaçou a Venezuela com sanções econômicas, se o governo bolivariano de Nicolás Maduro não suspender a convocação de uma Assembléia Constituinte, com a qual pretende desautorizar o Congresso – Congresso este dominado pela oposição”.

É uma escolha de palavras inusitada, mas ainda há algum resquício de lógica. Nicolás Maduro teve rejeição da população em seu plebiscito por uma Assembléia Constituinte de simplesmente 98%.

Não há maior ameaça à Venezuela do que o próprio caudilho Nicolás Maduro, convocando uma Assembléia com tal grau de impopularidade apenas para se livrar da oposição e instaurar de vez o totalitarismo socialista. Mesmo assim, Maduro quer à força convocar a Assembléia, provando que quer o poder absoluto – Donald Trump, goste-se ou não, está usando a Arte da Negociação para evitar que a Venezuela descambe para o genocídio conhecido.

Mas as palavras curiosas mesmo vieram de Jorge Pontual. Após William Waack afirmar que a Casa Branca está cansada de “conversa com latino-americanos” (?!), o especialista em imitações de Chewbacca citou a Reuters para falar dos catastróficos e mortais números do descalabro venezuelano.

A seguir, repete que Trump faz “ameaça” e “que hoje partiu para posições extremas, chamando Maduro de ditador, e dando um ultimato para que Maduro cancele a convocação da Assembléia Constituinte”. Ou seja: o extremismo no caso é exigir que a vontade do povo seja ouvida, que não se tente implantar totalitarismo mesmo com uma rejeição popular nítida a qualquer um com QI acima de 2, e que a ditadura socialista da Venezuela não tenha ainda mais poder.

Algum comentário sobre o extremismo de Nicolás Maduro? Na verdade, Jorge Pontual o fez: “O mais provável é que Maduro radicalize ainda mais, agora podendo afirmar, com razão, que está sendo alvo de um ataque de Washington”. Quem precisa de Pravda e Granma, quando se tem Rede Globo, aquela chamada de “direitista” pela esquerda?

Jorge Pontual foi além: “A solução da crise venezuelana só pode passar pelo diálogo, com concessões dos dois lados, governo e oposição. Mas Donald Trump torpedeou (sic) as chances de que isso venha a acontecer”. O que é que a oposição precisa dar de “concessão” depois de vencer por 98%? Mais alguns cadáveres?

Talvez só morrer de fome, e calado, não seja considerado “extremismo”.

Fonte: https://globoplay.globo.com/v/6014298/programa/

—————

Assine nosso Patreon ou Apoia.se e tenha acesso à nossa revista digital com as Previsões 2017!

Sem mais artigos