O bebê Charlie Gard, alvo de uma disputa na Justiça para tentar um tratamento experimental na América, falece na Inglaterra.

O bebê Charlie Gard, que nasceu com uma doença mitocondrial rara, faleceu no dia de hoje aos 11 meses de idade na Inglaterra, de acordo com declaração de seus pais. Há 4 dias, o casal Gard havia declarado ter desistido da batalha judicial para levar o filho para um tratamento experimental na América.

PUBLICIDADE

O presidente Donald Trump conferiu cidadania americana para Charlie Gard poder realizar o tratamento. O papa Francisco também concedeu passaporte do Vaticano para que Charlie Gard pudesse evitar as amarras da Justiça inglesa.

Entretanto, os médicos do Great Ormond Street Hospital haviam dado um parecer desfavorável a retirar o bebê para um tratamento experimental na América, o que foi interpretado pela Justiça inglesa como uma preferência para deixá-lo “morrer com dignidade”, inclusive desligando os aparelhos que o mantinham vivo.

No último momento, alguns dias de vida foram dados a mais para Charlie Gard, adicionados a um parecer do médico americano, doutor Michio Hirano, que analisou que o bebê poderia ter cerca de 11% a 56% de chance de recuperação. Pela estatística do tratamento, Charlie Gard já teria 10% de chance, o que é um percentual bastante elevado para tratamentos experimentais.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entretanto, no último exame, foi constatado dano cerebral irreversível. Os pais declararam que “tiveram uma chance, mas foram impedidos”. O bebê foi tratado como “prisioneiro de Estado” por quem acompanhou o caso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A família Gard declarou a desistência da batalha judicial, preferindo gastar os últimos 4 dias o máximo que podia com o bebê. Na sua última declaração, assinalaram que “o belo bebê Charlie Gard faleceu”.

PUBLICIDADE

Que a alma do bebê Charlie Gard descanse em paz e seus pais consigam o conforto de que necessitam neste momento.

—————

Assine nosso Patreon ou Apoia.se e tenha acesso à nossa revista digital com as Previsões 2017!

Faça sua inscrição para o 2.º Congresso Virtual do Brasil Paralelo e, de quebra, ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link.

Sem mais artigos