Paste your Google Webmaster Tools verification code here

A advogada Janaína Paschoal recebe ameaça de morte nomeando a sua família após tentativa de extorsão e perseguição na internet.

A advogada Janaína Paschoal recebeu ameaça de morte a seus filhos e suas irmãs nesta manhã. O autor, identificado como Ricardo Wagner Arouxa, exige R$ 20 mil em extorsão, e nomeia seus filhos e suas irmãs como possíveis vítimas por Janaína não atender suas exigências.

PUBLICIDADE

O e-mail com ameaça não contém erros gramaticais e é formatado com linguagem técnica para e-mails oficiais.

Além da ameaça, perfis fake de Janaína Paschoal foram criados em sites como D4 e SexLog, redes sociais de swing. O mesmo Ricardo Wagner Arouxa escreveu assumindo a autoria dos ataques.

Infelizmente, devido a sua postura contrária ao projeto de poder do PT, Janaína Paschoal é atacada violentamente, até com ameaças de morte a seus filhos e irmãs, sem que a mídia chame a atenção para o caso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segue íntegra do e-mail com ameaça:

 

De: Ricardo Wagner Arouxa <[email protected]>
Data: 29 de setembro de 2017 10:58:00 BRT
Assunto: Você não ama seus filhos, Janaína.
Responder A: Ricardo Wagner Arouxa <[email protected]>

PUBLICIDADE

Se você amasse o Urbano e o Olavo, já teria pago a quantia praticamente simbólica que eu pedi. O que são 20 000 reais para você?

Praticamente nada…

Bom, seus filhos vão pagar por isto.

Você vai passar o resto da vida se arrependendo por não ter pago a quantia simbólica que eu pedi….

E, se você sair do Brasil, eu vou atrás das suas irmãs…

att,

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

—————

Contribua em nosso Patreon ou Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

Conheça o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern pelo Instituto Borborema para aprender como a política se faz pelo controle da linguagem e de sentimentos.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

Compre o filme O Jardim das Aflições, sobre a obra do filósofo Olavo de Carvalho, por este link. Ou a versão estendida, com mais de 12 extras, por aqui.

  • Ilbirs

    Assunto importante: estamos tendo na prática a criação de jurisprudência antiesquerdista no Brasil. Depois da feminista condenada a escrever retratação e pagar R$ 36 mil para um cara a quem dedicou textão, eis que agora temos o Paulo Eduardo Martins aguardando indenização da Carta Capital:

    Como se pode observar, já existe entendimento nos tribunais brasileiros sobre como lidar com o tripé fascista-machista-homofóbico se alguém for vítima. No caso específico de “fascista”, há o fato de poder ser considerado um epíteto que cai triplamente dentro dos crimes contra a honra, pois é crime propagandear o fascismo no Brasil (calúnia), assim como é desonroso a alguém ser assim chamado (difamação) e com certeza fere a moral subjetiva de alguém (injúria). Para mim não é à toa que estamos presenciando um progressivo sumiço desse epíteto, que vem sendo substituído por acusar alguém de ser do MBL, pois esse acaba sendo o epíteto seguro para os esquerdistas usarem se considerarmos não haver crime contra a honra em se dizer que alguém seria apoiador de Kim Kataguiri, Fernando Holiday e outros, ainda que siga com a função de querer unificar todo um mar de correntes como um único alvo.
    Creio que a próxima parte da jurisprudência que se está formando é a de derrubar quem chama os outros de “racista” ou “homofóbico”. No primeiro caso não só se pode usar o normalíssimo fato de um brasileiro comum ter amigos e parentes de tudo quanto é etnia ou o resultado de uniões interétnicas como também convencer o juiz da própria inexistência de raças em nossa espécie, uma vez que isso vai para muito além da aparência e dos traços físicos de alguém e envolve muitas outras variáveis. Portanto, além de um esquerdista estar acusando alguém de algo que é crime, também se pode forçar a justiça a entender de não ser aplicável a nossa espécie o que é aplicável a cães, gatos, cavalos, bois e outros animais domésticos que de fato têm raças e aí reforçar ainda mais o quanto não só o esquerdista está acusando alguém como o próprio esquerdista está desumanizando pessoas ao vê-las pelo tal prisma pelo qual não se pode ver o Homo sapiens. Sobre “homofóbico”, a coisa é mais simples se considerarmos que o termo originalmente surgiu para se definir matadores em série cujo alvo são homossexuais. Portanto, se alguém chama outrem disso, poderia ser considerado como dizer que está acusando alguém de querer tirar a vida de alguém por ser XX que prefere XX ou XY que prefere XY.

    É, meus caros, pode ser que os próximos tempos da lacração passem a ser assim:

    http://www.fazenda.mg.gov.br/empresas/ecf/images/lacrefix_r.jpg

    https://i.ytimg.com/vi/Utre1IQdLLU/maxresdefault.jpg

    http://www.fitplast.com.br/imagens/produtos/lacres-adesivos/lacre-papelviolado-vermelho.jpg

  • Ainda não, e nem entendo o que pronunciamento de general ou “se vender (sic) pra ser usada como ferramenta de articulação” e outras viagens insanas do tipo têm a ver com a ameaça em questão.

  • O senhor está dizendo que Janaína merece ser ameaçada de morte por psicopatas, incluindo sua família e filhos, porque você não queria o impeachment, queria uma revolução sanguinária que só teria apoio na sua cabeça, é isso mesmo?

Sem mais artigos