Lula na cadeia

Desembargador plantonista assinou manifesto pró-Lula em 2010

Rogério Favreto defendeu as atividades de Lula em favor da campanha de Dilma Rousseff

O desembargador Rogério Favreto, que por três vezes no domingo (8) mandou soltar o ex-presidente Lula, foi um dos juristas que assinou uma “Carta ao Povo Brasileiro” em 2010 em defesa do hoje preso.

O texto defendia as atividades do então presidente em favor da eleição de Dilma Rousseff.

“Não se pode cunhar de autoritário um governo por fazer críticas a setores da imprensa ou a seus adversários, já que a própria crítica é direito de qualquer cidadão, inclusive do presidente”, afirmava o documento assinado por Rogério Favreto.

E acrescentava: “em uma democracia as decisões populares são preservadas por instituições republicanas e isentas”.

Entre os signatários do texto de 2010 estão Edson Fachin, hoje relator da Lava Jato no STF, e o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), um dos autores do pedido de liberdade de Lula aceito por Favreto no domingo.

Márcio Thomaz Bastos, Dalmo Dallari, Cezar Britto, Pierpaolo Bottini e Sérgio Salomão Shecaira são alguns dos outros signatários mais famosos.

Rogério Favreto foi filiado ao PT de 1991 a 2010. Foi nomeado desembargador por Dilma Rousseff, quando foi o mais votado em lista tríplice. Durante o governo Lula, trabalhou na Casa Civil e no Ministério da Justiça.

—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

Sem mais artigos