Lava Jato

Moro adia depoimento de Lula para evitar exploração eleitoral

Lula seria ouvido em 11 de setembro sobre sítio de Atibaia; data é remarcada para 14 de novembro

O juiz federal Sergio Moro adiou para 14 de novembro depoimento do ex-presidente Lula na Lava Jato que estava marcado para 11 de setembro. O petista seria ouvido na ação sobre o sítio em Atibaia. 

Como o depoimento ocorreria em plena campanha eleitoral (aliás, dois dias após o debate na TV Gazeta) e Lula ainda era oficialmente o candidato do PT até a data do despacho, Moro remarcou o encontro para bem depois do 2º turno: “[a] fim de evitar a exploração eleitoral dos interrogatórios, seja qual for a perspectiva, reputo oportuno redesignar as audiências”.

Lula é acusado de receber propina da OAS e da Odebrecht por meio da reforma no sítio. O ex-presidente nega ser dono, apesar das evidências. Em uma notícia do Estadão publicada em 2011, por exemplo, está escrito: “Lula está com a família em seu sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, onde descansa”.

—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

Sem mais artigos