Mensalinho do Twitter

Usuários de aplicativo do PT reclamam de calote

Militantes do Follow e do 'Brasil feliz de novo' ficaram sem ver o dinheiro

Era uma questão de lógica: se Haddad fala a verdade quando diz que não foi usado dinheiro para pagar militantes usuários do aplicativo do PT, então necessariamente houve calote, porque a eles foi prometido receber.

Segundo a Veja, as queixas começaram a aparecer na página do aplicativo do PT entre os dias 21 e 24 de agosto, antes de o caso vir à tona, na noite de sábado (25). “Independente das minhas convicções partidárias, achei um golpe baixíssimo pra atrair gente com falsa promessa de renumeração”, diz um comentário sobre o app Brasil Feliz de Novo, relacionado ao Follow e desenvolvido pela mesma empresa. Ela pertence ao deputado federal Miguel Corrêa (PT-MG), candidato ao Senado.

A promessa de pagamento existia mesmo: “O pessoal da Lajoy vai cadastrar vocês como fornecedores para fazermos o pagamento todo dia 25”, diz um e-mail obtido pela reportagem da revista. Na noite do mesmo dia (caiu num sábado), a jornalista Paula Holanda revelou toda a situação em seu Twitter. O grupo de WhatsApp do qual os militantes participavam se chamava “LulaZord”, uma referência à chapa formada por Lula, Haddad e Manuela d’Ávila.

Leia também: Dono da Follow, petista falta ao próprio comício em BH

—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

Sem mais artigos