Socialismo

Na Venezuela, aumentar o preço é crime

Ditadura de Maduro prende 34 gerentes de supermercados por aumento de preços

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira (20) que 34 gerentes de supermercados foram presos sob acusação de esconderem alimentos e aumentarem abusivamente os preços.

“Tivemos um grupo de supermercados que escondia os produtos das pessoas e começou a cobrar o que queria. Há 34 gerentes de grandes supermercados atrás das grades por violarem a lei”, disse Maduro, com cara de bravo, durante uma transmissão de uma hora na televisão estatal.

O mais revoltante é que Maduro acaba de saborear um jantar de luxo em uma das churrascarias mais caras da Turquia.

Em agosto, Maduro prometeu um ressurgimento econômico para a Venezuela, ordenando que o salário mínimo fosse aumentado 60 vezes e desvalorizando a moeda em 96%. Vai dar tão certo quanto qualquer plano econômico socialista.

—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Confuso com as eleições? O Teatro das Tesouras, do Brasil Paralelo, explica a história das eleições brasileiras e como chegamos até aqui. Conheça através deste link!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Sem mais artigos