Podcast

Guten Morgen 68: É a nova era. Tá com medo?

A nova era chegou. O Holocausto vai começar. Vivemos no AI-6. No Quarto Reich. Gays vão morrer. Negros serão escravizados. Armas matarão pessoas. Ao menos, nas fanfics da esquerda. Ouça no seu podcast preferido

Loja Senso Incomum

Guten Morgen, Brasilien! A nova era chegou. E os petistas estão com medo! O Holocausto parece que vai começar logo, os negros serão novamente escravizados, os gays morrerão em praça pública, os nordestinos serão deportados, as mulheres serão subjugadas pelos homens e pior: as pessoas vão comprar pistolas 9 mm e a nosso reino de paz com o estatuto do desarmamento, tão pacífico e tão pró-vida, vai acabar, disparando a criminalidade! Ohhhh!

Ao menos, é isso que dizem as fanfics de esquerda, o mais novo e elevado gênero literário que a nossa cultura legou, após décadas de alfabetização via método Paulo Freire. É o que diz a imaginação coletiva dos ideologizados no Brasil, crentes de que não crêem, lendo apenas o que é permitido por seus ideólogos, com valores e referências cada vez mais umbigocêntricos.

A eleição de Jair Bolsonaro gerou a maior crise de histeria coletiva da esquerda em sua história no Brasil. Até seria algo a ser levado a sério, se ao menos alguma coisa do conjunto de crenças de quem acredita na “volta da ditadura” fosse real. Simplesmente tudo o que acreditam a respeito do novo presidente é baseado em mentiras, distorções, hipérboles, siricuticos, declarações isoladas fora de contexto e maluquices afins.

É curioso notar como a esquerda, perdedora nas urnas, e que vem perdendo espaço na cultura (e até no jornalismo e na Academia), só consegue tentar explicar o fenômeno Bolsonaro através das mesmas idéias, dos mesmos conceitos e do mesmo vocabulário de sempre, crendo que se repetir com bastante ênfase o que acabou de dizer vai gerar alguma novidade. Avessa ao conhecimento livre, sem o filtro do que é “permitido” pela ideologia, muitos caíram na esparrela do mainstream a respeito de Bolsonaro, sempre reduzindo sua atuação ao trinômio machista-racista-homofóbico (quase sempre depois reduzido no anátema “fascista”). E como sair desse buraco?

A esquerda pode não gostar, mas vai ter de descobrir o que é essa tal de direita, e através de fontes diretas – não através do que outros esquerdistas dizem que a direita é, no maior disse que disse desde a invenção da fofoca. E podemos ser desagradáveis, mas estamos sempre certos. É melhor Jair se acostumando a ter de nos ouvir!

A produção é de Filipe Trielli e David Mazzuca Neto, no estúdio Panela Produtora. A produção visual é de Gustavo Finger da Agência Pier, sobre imagem de Bene Barbosa. Guten Morgen, Brasilien!

 


—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC.

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Sem mais artigos