Desinformação

As duas manchetes diferentes do El País provam que jornalista trata brasileiro como otário (mesmo com falso cognato)

Há um falso cognato na tradução de "anima", mas o fato permanece: o jornal espanhol El País trata o público brasileiro como intelectualmente inferior com sua manchete modificada

Loja Senso Incomum

Já correu a internet inteira: o El País, o maior jornal da Espanha, e de esquerda, noticiou em sua filial no Brasil, em artigo de autoria de Alicia González, que o curto e direto discurso de Bolsonaro “decepciona” em Davos. Ao mesmo tempo, a mesma notícia, da mesma autora na edição espanhol saiu com a manchete “Bolsonaro anima a los ejecutivos de Davos a invertir en el nuevo Brasil”.

Há um falso cognato aí: anima, em espanhol, não precisa significar necessariamente “animar” no sentido em português: pode ser traduzido como incentivar. Ainda assim, vê-se a diferença abismal de tônica: enquanto para o Brasil se diz que Bolsonaro supostamente “decepciona”, para o público europeu, que não conhece Bolsonaro o suficiente para tratá-lo da maneira caricata, tosca, reducionista e bobona da mídia brasileira, o editor do El País prefere se focar no quanto Bolsonaro incentiva investimentos.

A jogada é óbvia: o brasileiro usuário de rede social padrão (geralmente com ensino médio e superior completos, e de esquerda), lerá a manchete do “aclamado jornal espanhol” El País e tentará, pela milésima vez nas últimas 5 horas, dar uma risada de desprezo de Bolsonaro, que, em sua fantasia de “cientista social”, teria feito o Brasil passar vergonha (é, na Suíça, esse país tão preocupado com modos politicamente corretos, feminismo, islamofobia e leis contra discurso de ódio… oh, não, espere: esta é a Suécia, do futuro califa Mahmoud Dschihad).

O que é de uma maneira terrivelmente engraçada na manipulação da manchete do El País, completamente diferente no Brasil e na Europa, é que quem mais a “usa”, quem mais acredita na manchete foi quem mais foi manipulado – ou, em bom português, feito de trouxa.

—————

Para entender como lidar com o novo vocabulário político, confiram nossa revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Sem mais artigos