Freedom

Cantor canadense Daniel Caesar crítica o movimento negro: “Eu não quero ser tratado como uma vitima!”

Em live, o cantor negro reclamou da postura beligerante dos movimentos racialistas negros e é vítima de assassinato de reputação da esquerda que só sem importa com os negros de esquerda

Publicidade

Em sua live, que posteriormente gerou fortes críticas de militantes do movimento negro, Daniel afirmou:

“Por que estamos sendo tão mesquinhos com os brancos agora? É uma questão séria ”, continuou ele. “Por que é que podemos ser desrespeitosos e rudes com todos os outros, e quando alguém retorna essa energia para nós ficamos sensíveis?” Ele acrescentou: “Eu não quero ser tratado como não pudesse ouvir uma piada!” diz ele em um trecho.

 

 

 

A reverberação negativa sempre é esperada, pois movimentos atrelados a militância de esquerda costumam ser intransigentes e implacáveis com membros apoiadores supostamente garantidos que decidem desertar do ativismo considerado “correto”.

 

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

E faça sua assinatura anual do Brasil Paralelo e tenha acesso a TODO o conteúdo do site!

 

Sem mais artigos