Extrema centro

Terrorismo islâmico supera os ínfimos casos de terrorismo de “extrema-direita”

Tem aparecido com frequência, principalmente em portais estrangeiros (Deutsche Welle, BBC, CNN etc.), manchetes alardeando o suposto grande número de casos de terrorismo de "extrema-direita" (casos de terror de extrema-esquerda, a julgar pelos mesmos portais, não existem...)

Imprensa supervaloriza casos isolados de terrorismo de “extrema-direita” em detrimento de casos de terror islâmico. Tem aparecido com frequência, principalmente em portais estrangeiros (Deutsche Welle, BBC, CNN etc.), manchetes alardeando o suposto grande número de casos de terrorismo de “extrema-direita” (casos de terror de extrema-esquerda, a julgar pelos mesmos portais, não existem…).

Contudo, o jornal de inglês de extrema-esquerda The Guardian acabou, sem querer, revelando a farsa.

A matéria fala em um suposto crescimento de sentimento anti-islâmico entre grupos online de extrema-direita, mas acaba por revelar no meio da matéria que, segundo os próprios condutores da investigação, o MI5, polícia secreta e investigativa do Reino Unido, os casos de terrorismo, radicais e terroristas de direita é vastamente superado pelos casos islâmicos. Maiores detalhes podem ser lidos no relatório de cerca de 90 páginas da secretaria de contraterrorismo do governo britânico.

Tudo isso enquanto as polícias alemã e sueca têm por política OMITIR as origens nacionais, étnicas ou religiosas nos registros de terrorismo em território alemão ou sueco.

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Assine e assista o documentário 1964: O Brasil entre armas e livros e ganhe um e-book.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Sem mais artigos