Cens███

Tribunal importante ███ diz que não se pode dizer você-sabe-o-quê █████ sobre você-sabe-quem, senão ██████

O tribunal ███ definiu que não se pode sentir ████████ do tribunal, pois é uma ofensa à Corte, definiu o ministro ████ ███████, também chamado █████ ██ ███ ███

Um importante tribunal do país avaliou nessa segunda-feira que não se pode dizer que █████████ a respeito dos ministros que o compõem, sobretudo o Sua Excelência ████ ██████, ex-advogado do partido ██ que nunca passou em uma prova de magistratura, e de █████████ ██ ██████, indicado pelo ex-presidente █████, que passou uns dias preso por ████████.

Também está proibido o sentimento de ████████, mesmo que apenas um sentimento subjetivo, caso seja expresso em relação ao tribunal ███. O tribunal definiu que é um crime horrendo e lesa-pátria, que deve ser julgado com força da lei, ainda que não haja lei sobre isso ████████████████████████.

Reportagens que forem feitas sobre ████████ do ministro ████ ██████ serão punidas com multa diária de ███████, além de Polícia Federal aparecendo para ███████████. Em nome da democracia e proteção da honra de █████████ ██ ██████, que se sentiu muito mal após ler que ██████████████████████████████.

Além de multa, computadores, celulares, dispositivos eletrônicos, papéis, pedras e sinalizadores serão confiscados pela polícia caso se diga que ███████████████ do tribunal, para fins de ████████ e proteger a democracia. Fontes garantem que ela se ofende muito com ████████████.

O relator do caso, que corre em segredo de ████████, por coincidência é o mesmo ████ ██████ citado em delação de ███████ █████████. O argumento para retirar dos autos o trecho que diz que █████████████████████████████████████████████████, considerado um █████████ por juristas especialistas, é o de que {null}.

Jornalistas e colunistas garantem que as instituições estão funcionando, pois ███████████ com seus amigos ████ ███████ e █████████ ██ ██████. Portanto, o Estado Democrático de Direito está em perfeita ordem, sendo o verdadeiro problema o jacobinismo violento de bolsonaristas radicais a soldo do governo, conforme anda espalhando ████████ ██████.

O ministro ████ ███████, incubido por ele próprio de investigar, fornecer provas, acusar e julgar, determinou que está proibido sem precisar de lei dizer que ████████████, sobretudo usando a expressão █████ ██ █████ ██ ███ ███.

A revista ██████ continuará proibida de citar a frase ████████████ dos autos do processo ████████, que foi retirada de um documento jurídico por ordem do tribunal ███, sob pena de estar conspirando contra a ordem e a democracia.

Frise-se que o █████ ██ █████, o ministro ████ ███████, garante que a delação de ███████ █████████ é fake news.

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Assine e assista o documentário 1964: O Brasil entre armas e livros e ganhe um e-book.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Sem mais artigos