Dãããã

Estão comemorando que Moro não vai nas manifestações? Mas ninguém queria ele lá!

A isentolândia Maiaafetiva "comemora" que Sérgio Moro não vai participar das manifestações do dia 26. Só petistas e quem ele colocou na cadeia o quereriam lá

Publicidade

“Sérgio Moro se recusou a ir às manifestações do dia 26!”, comemoram triunfantemente a nova jabuticaba brasileira, a direita Maia-afetiva. 

Moro não foi em nenhuma manifestação pelo impeachment. Moro não foi em nenhuma manifestação pela prisão de Lula. Moro não foi em nenhuma manifestação contra o PT ou a favor de Bolsonaro. Moro não chutou nenhum pixuleco, não fez sinal de arminha com as mãos, não inventou rimas com o fato de Dilma ter morado no sul.

A bem da verdade, tenho dificuldade em imaginar Sérgio Moro se pronunciando até sobre em quem votou, ou sua opinião sobre a última medida para proteger as focas da Dinamarca. Imaginá-lo na rua 

A marca do nosso atual ministro da Justiça é ser absurdamente discreto e técnico. Aliás, ele é MINISTRO da Justiça, e a segunda principal pauta é justamente uma de seu interesse: a aprovação SEM NEGOCIATA, TROCA DE FAVORES E CARGOS do pacote anti-crimes de sua própria autoria.

Não vi NINGUÉM pedindo o comparecimento de Sérgio Moro nas manifestações, e olha que tenho tia do Zap pra cacete. Simplesmente porque: 1) não faz sentido; 2) ainda que fizesse, Sérgio Moro não é o típico personagem da atual conjuntura brasileira, que ao invés de resolver problemas conversando a portas fechadas, dá mil declarações para a mídia, para as redes sociais e para as estações espaciais. 

Pior: Moro mandou prender Lula. Moro vive em proteção, porque colocou em presídios todos os líderes de narcotráfico, esquadrões de morte e bandidos de fazer terroristas islâmicos parecerem iniciantes. QUEM que gosta do atual ministro da Justiça vai querer ele ali?! Só um petista!

Aliás, não é MESMO papel de ministro, presidente ou gente umbilicalmente ligada ao Executivo federal estar ali. Seria como um argumento pro domo sua.

A mídia e a isentolândia da Maiasfera inventa algo no qual ninguém tinha pensado, e depois comemora a normalidade do óbvio ululante. Também, é a única coisa que poderá comemorar.

Dia 26, deixe o Moro ficar de terno longe do furdunço: nós estaremos nas ruas!

————–

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Sem mais artigos