Fake news

Noblat divulga foto falsa com rosto de manifestantes. Fake news com método

O Photoshop é toscamente mal feito. Para jornalistas como Noblat, não é apenas a verdade que não importa: nem a verossimilhança importa mais

Publicidade

Ricardo Noblat, o jornalista aboletado hoje na Veja, a ex-revista, divulgou sem medo de desinformar uma foto nitidamente falsa de duas manifestantes que foram às ruas neste domingo pedindo a aprovação da reforma da Previdência e o pacote anti-crime de Sérgio Moro.

O esquema é o manjado: “Caiu na rede”. Ou seja, Noblat se isenta de responsabilidade como um moleque arteiro, mas expõe duas pessoas inocentes, que nem conhece, e associa seus rostos a frases difamatórias (artigo 139 do Código Penal) defendendo coisas CONTRÁRIAS ao que defendem de fato.

O Photoshop é tão mal feito que as marcas de cor distinta distinta da cor cartaz saltam dolorosamente aos olhos. Mas não é apenas a verdade que não importa a Noblat: para prejudicar pessoas inocentes que votam em Bolsonaro ou em quem o petista Noblat vota (já admitiu votos em Lula e Dilma), nem sequer a verossimilhança importa.

Afinal, quem no país já defendeu “Queiroz livre”, que nem está preso?! Já a entrega da Embraer, BB, Caixa, Petrobras etc… quem dera estivessem na pauta de Bolsonaro! Torcemos para que Guedes consiga convencer o presidente. Já o ensino universitário poderia identificar os futuros Noblats e acabar com essas vagas.

A foto original com os cartazes corretos pode ser vista abaixo.

Foto original Noblat

Torcemos para que as moças da foto processem o jornalista difamador. E é essa turma que está preocupada com “fake news”

————–

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Sem mais artigos