Run, GG

Game Over, Verdevaldo: hacker confessa ter invadido Moro e centenas de autoridades

Hacker, Walter Delgatti Neto, assume que material obtido pelo Intercept é fruto de crime cibernético

Publicidade

A PF prendeu, nesta terça-feira (23), quatro hackers suspeitos de invadir os celulares do ministro Sergio Moro, do procurador Deltan Dallagnol, além de centenas de autoridades. Os quatro presos já foram identificados: O Dj Gustavo Henrique Elias Santos, sua esposa, Suellen Priscila, Walter Delgatti Neto e Danilo Cristiano Marques.

O casal Gustavo Henrique e Suellen Priscila movimentou em torno de R$ 627 mil reais em dois períodos de dois meses – abril a junho de 2018 e março a maio de 2019 -, sendo que possuem um renda declarada de R$ 5.058, conforme relatou o juiz Vallisney de Souza:

“Diante da incompatibilidade entre as movimentações financeiras e a renda mensal de Gustavo e Suellen, faz-se necessário realizar o rastreamento dos recursos recebidos.”

Não seria uma bela quantia para invadir o celular de Moro? Mais de meio milhão para um simples DJ de Araraquara? A história não pára por aí.

Walter Delgatti Neto, que já foi acusado de abusar de uma adolescente, confessou a PF que foi responsável por invadir os celulares de Moro e de outras autoridades, portanto o material divulgado pelo Intercept é fruto de ataque cibernético.

Seria uma simples coincidência, diante do caso exposto, Greenwald querer sair do país justamente quando a PF estava se aproximando de suas fontes sigilosas?

Um dia antes da PF encontrar os hackers, Verdevaldo deu uma chilicada homérica em sua conta no Twitter e, como todo esquerdista picareta (perdão do pleonasmo), tentou desviar o foco para atingir Bolsonaro de alguma maneira:

Não bastasse isso, Leandro Demori, editor-executivo do Intercept Brasil, escreveu um post atacando Sérgio Moro:

É importante ressaltar que esses jornalistas não querem averiguar a verdade dos fatos, mas criar uma narrativa de que Moro é corrupto e vendido ao sistema. Não se pode duvidar da hipótese de que se ocorrer a prisão de Verdevaldo e cia, a imprensa noticiará que os “HERÓIS DA DEMOCRACIA FORAM PRESOS E A DITADURA VOLTOU!”

A cada minuto que passa, a corda vai apertando para Greenwald, David Miranda, Demori e Jean Wyllys. Não é a toa que fugir, talvez, deva ser uma opção.

————–

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Publicidade
Sem mais artigos