Mass shooting

Atirador de Ohio afirmou ser esquerdista pró-satanás

Diante da tragédia, jornalistas colocaram a culpa nos homens brancos

Neste domingo (4), ocorreu um tiroteio em Ohio que teve nove vitimas fatais e dezesseis feridos. O atirador, Connor Betts, de 24 anos, foi morto pela polícia após o massacre.

O Departamento de Polícia confirmou em sua conta do Twitter:

“O atirador morreu. Há também outros nove mortos. Pelo menos outras 16 pessoas foram levadas para hospitais da área com lesões”, confirmou

Nas redes sociais,  o atirador de Ohio afirmou ser esquerdista pró-satanás e que odiava Trump. Connor, Segundo a Heavy.com, escreveu essa declaração no twitter:

“Eu quero o socialismo, e não vou esperar que os idiotas finalmente cheguem à compreensão”

A hashtag #WhiteSupremacistTerrorism foi elaborada na intenção de colocar a culpa do massacre no homem branco, conservador e cristão. O humorista Fabio Rabin também impulsionou a hashtag:

Nos EUA, vários sites e jornalistas estão impulsionando a hashtag para alcançar o trending topics e responsabilizar os homens brancos por tal tragédia:

 

Enquanto isso, os verdadeiros motivos da tragédia não são debatidos de forma saudável:

————–

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Sem mais artigos