Asno da vez

Ministro uruguaio diz que Brasil devia ser expulso do Mercosul

Para ministro uruguaio, Maduro não é um ditador, mas Bolsonaro deve ser

Publicidade

O ministro uruguaio, José Bayardi, saudoso das tramoias petistas, disse que o Brasil deveria ser retirado do Mercosul. O asno uruguaio ainda disse que os venezuelanos vivem na constituição que escolheram.

O Itamaraty publicou carta repudiando as declarações do ministro. O embaixador brasileiro em Montevidéu, Antonio José Ferreira Simões, disse estar perplexo com a fala do ministro e as considerou “levianas e fora de contexto”.

A esquerda latino-americana que forma o Foro de SP está em polvorosa com a derrocada da corrupção, digo, democracia, no Brasil.

A mídia tupiniquim reverberou as declarações do ministro uruguaio. O Brasil 247, número que se refere a soma dos neurônios ativos do pessoal da redação, disse que Bayardi defendeu a democracia no Brasil e que o governo brasileiro reagiu – o que se consome por lá? Deve ser  mesmo tipo de reação que o povo faminto da Venezuela tem tido contra seu amoroso líder.

————–

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

 

Publicidade
Sem mais artigos