Hahahaha!

Ativistas da UNE protestam pelo direito de pagar pela carteirinha que Bolsonaro transformou em gratuita

Os ativistas detestaram essa medida que evitará fraudes e facilitará o acesso à carteirinha estudantil

Publicidade

Na sexta-feira, 6 de Setembro, Bolsonaro assinou a MP que viabiliza a carteirinha estudantil de graça e digital. O novo documento digital poderá ser feito via internet, aplicativos para celular e também pelas agências da Caixa Econômica Federal

Ministro Onyx Lorenzoni celebrou a MP como uma libertação para os verdadeiros estudantis:

“O que nós estamos fazendo aqui hoje é libertar cada jovem, cada estudante. Não tem que pagar mais dinheiro para a UNE, para Ubes, para quem quer que seja”.

Presidente Jair Bolsonaro disse que os ativistas terão que trabalhar. E a UNE, órgão do PCdoB, terá que viver às suas próprias custas:

“Vamos poupar trabalho de uma minoria que representa os estudantes. Eles não vão ter que trabalhar mais. Vou facilitar a vida dos estudantes. Não vai ter mais que pagar para a UNE, que quem manda lá é o PCdoB. Vai faltar dinheiro para o PCdoB”

Os ativistas detestaram essa medida que evitará fraudes e facilitará o acesso à carteirinha estudantil.


Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Publicidade
Sem mais artigos