Lamúrias e tendões

Diálogos nada platônicos – Peça em um Fato

Dramatização das mixórdias jornalísticas em tempo real e fatos inventados pelas imaginações mais secas do ocidente, desde que o primeiro sanguessuga colou-se numa máquina de escrever

Publicidade

“A Alemanha declarou guerra à Rússia. Natação à tarde.” – Franz Kafka, anotação em seu diário de 2 de agosto de 1914

 

Explicação desnecessária

A peça se passa num reino fictício chamado Brasil, numa era conhecida pejorativamente como Idade Mídia. O twitter está cheio de gente gelatinosa e as redações de jornal mais parecem as ruas do filme Fuga de Nova Iorque. Os fascistas do futuro já se julgam antifascistas. O mel está caríssimo e Kafka já nadou à tarde.

 

Cena 1

 

(forte odor de madeira molhada. Burburinho. Moscas pairam sobre as cabeças.)

Ministro da Justiça em programa de tevê: – Essa avaliação de uma eventual animosidade entre mim e o presidente Bolsonitro é você que está fazendo. Eu tenho uma relação ótima com o presidente. O que existe é uma rede de boatos.

Tia Velha dos Dedo pra Fora da Chinela que comandou o programa de tevê, dias depois: “Bolsonaro retalia Moro após Roda Viva.”

Gente normal colocando a mão na goela

 

Cena 2

 

(forte odor de sovaco peludo molhado. Burburinho. O chulé paira sobre as cabeças)

Dentro da redação do jornal: – Você viu, Rinaldo, Roberto Alvim fez discurso nazista. Citou um tal de Guebels!

Minuto seguinte: manchete exatamente igual em todos os jornais – “Secretário de Bolsonaro faz discurso nazista.”

Horas depois: manchete do Estado –  “Bolsonaro demite secretário que flertou com o nazismo.”

Um dia depois: manchete da Folha – “Afronazismo e cornofascismo empesteiam a cultura nacional.”

Dois dias depois: manchete exatamente igual em todos os jornais –  “Bolsonaro só demitiu nazista porque quer continuar nazismo do governo.”

(…)

 

Cena 3

 

(forte odor de relva molhada. Burburinho. O nazismo paira sobre as cabeças.)

Imprensa: – Ficamos sabendo pelo nosso mentor, Rodrigo Maia, que o senhor pretende criar outro ministério, presidente? Pretende dividir o ministério da Justiça em dois?

Biroliro – Veja bem! Isso foi uma sugestão dos secretários de segurança dos estados e do mentor de vocês, mas é preciso ser estudado. Tenho que conversar com o Sérgio Moro e com os outros ministros, talkei?

Olhares entrecruzados. silêncio.

Nota da imprensa: “Bolsonaro quer criar novo ministério que tiraria de Moro autonomia de trabalho.”

 

Cena 4

(200 anos depois. Peça trágica que passa na retina do olho esquerdo)

Personagem azul: – Sarah, tenho uma coisa horrível pra te contar. É sobre nosso filho, Sarah. Eu descobri uma coisa horrorosa. Nem sei por onde começar, Sarah.

Personagem Rosa: – Conta logo, Jorge. Já tô aflita, por Deus! O que é que ele fez? Não vai me dizer que ele arrumou outro namorado naquele jogo aleatório de teletransporte? O último era um terror, Jorge.

Jorge (Personagem azul): – Muito pior, Sarah. Nosso filho anda lendo jornalistas!

Ouve-se um estampido. Sarah desloga seu chipe e morre virtualmente.

(cai o pano)

Epílogos esparsos:

Dizem que a alma humana anseia pela ordem e ordenação estética é a que surge logo de cara. Traduzindo em português chulo: a alma humana anseia logo de cara por beleza. Depois de passar uma hora vendo a cara da Vera Magalhães você acaba achando qualquer montinho de esterco uma beleza.

É preciso ter compaixão com pessoas em situação de redação de jornal 

A vida possui questões muito difíceis e profundas. Nós nos reviramos para responder algumas delas, por exemplo: isso aqui vale mesmo a pena? Por que vivemos? Quem somos? Como Taumaturgo Ferreira virou ator? O que é um post-it? Quem inventou o jornalista e pra quê? 

Acho que tudo se ajeita no fim, tirando certos tipo de câncer muito agressivos, uma sífilis mal curada e muita exposição ao Adnet, à Barbara Gancia, ao Duduvier e ao Andreazza. Aí é melhor fazer um chapéu de papel e sair gritando por aí que seremos invadidos pelo Suriname.

Para desmascarar a maioria dos jornalistas não é necessário muito esforço investigativo. Basta um bom espanador.

 

Nota de falecimento:

ayan-soros

Piada da semana:

lauro-desejos

Enxerto mais que necessário:

Vida de Vera: – Moro diz que não que se dá bem com Bolsonaro: “Bolsonaro vai retaliar Moro”.

– Mais de um milhão de visualizações do Roda Viva: “Programa é um sucesso por minha causa.”

– Menos de cem mil visualizações na entrevista seguinte: (..)

Mais uns rivoltril goela adentro.

————-

Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos