Corre

América oferece US$ 15 milhões para quem ajudar a capturar Nicolás Maduro

Departamento de Justiça promete recompensa caso Maduro fuja da Venezuela. Ditador é acusado de narcotráfico e terrorismo

Publicidade

O Departamento de Justiça dos EUA está oferecendo até US$ 15 milhões (R$ 75 milhões) para informações que levem à prisão e à condenação do ditador venezuelano Nicolás Maduro.

De acordo com o portal NBC News, o procurador-geral William Barr e promotores federais, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (26), disseram que o regime de Maduro permitiu que as FARC utilizassem a Venezuela como um porto seguro para  conduzir o tráfico de cocaína para os EUA.

Com a ajuda do governo venezuelano, disse o procurador, as FARC enviaram para América até 250 toneladas da droga.

Maduro também é acusado de administrar e liderar uma organização criminosa conhecida como Cartel dos Sóis, grupo que enviava cocaína aos EUA com o intuito de criar efeitos nocivos ao país.

Além desses crimes, o Cartel fornecia armas às FARC para facilitar o tráfico de drogas internacional em larga escala.

Os promotores federais também revelaram acusações criminais contra 13 autoridades venezuelanas. Entre elas, o presidente da Assembléia Nacional Constituinte, Diosdado Cabello, o chefe da Suprema Corte, Miakel Moreno, e o ministro da Defesa, general Vladimir Padrino López.

Maduro disse em sua página no Twitter que tudo não passa de um plano dos EUA e da Colômbia para destabilizar a Venezuela:

“Como chefe de Estado, sou obrigado a defender a paz e a estabilidade de toda a pátria, em qualquer circunstância.”


Guten Morgen Go – Primeira Guerra Mundial já está no ar!! Conheça o conflito que moldou o mundo problemático em que vivemos em go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos