Produto chinês

Kits da China para testes de coronavírus erram resultados em 80% dos casos

Kits para "ajudar" a conter a pandemia dão falso positivo ou falso negativo na maioria absoluta das checagens

Publicidade

Segundo o jornal americano Washington Examiner, em matéria escrita ontem, dia 25, 80% dos kits doados pela China à Tchéquia (atual nome da Republica Tcheca) estão com defeitos.

Um médico entrevistado pelo jornal disse que os testes tiveram uma taxa de erro bastante alta.

Pavla Svrcinova, higienista regional, declarou que os testes dão resultados falso positivos e falso negativos, ou seja, os resultados após um teste de confirmação, são contraditórios.

O canal tailandês Taiwan News, afirma o jornal, disse que a China passa a impressão de que está doando mais de 150 mil kits rápidos e portáteis para testes de coronavírus ao mundo. No entanto, eles estão cobrando cerca de 500 mil dólares pelo material.

O Washington Examiner afirma que a ditadura comunista está tentando responder aos ataques de que criaram uma pandemia com “doações, ofertas de ajuda aos países afetados e uma alegação falsa de que foram os Estados Unidos que plantaram o vírus”.


Guten Morgen Go – Primeira Guerra Mundial já está no ar!! Conheça o conflito que moldou o mundo problemático em que vivemos em go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos