Lagosta

STF terá lagosta e vinho liberados pelo TCU, mas só para “duas altas autoridades”

Enquanto Legislativo e Judiciário perseguem adolescentes com perfil vaporwave no Twitter, o dinheiro do brasileiro continua bem gasto no STF

Publicidade

O Tribunal de Contas da União, nesta quarta-feira (4), analisou a licitação de R$ 1,3 milhão para as iguarias nas refeições do STF. O relator do caso, Luciano Brandão, disse que os preços das lagostas e dos vinhos importados para a suprema corte são razoáveis.

O TCU apenas alertou que tais almoços ou jantares tenham ao menos “duas autoridades”.

————–

Saiba o que está por trás da CPMI das Fake News, o tema mais urgente do ano, em nossa nossa revista.

O Senso Incomum agora tem uma livraria! Confira livros com até 55% de desconto exclusivo para nossos ouvintes aqui

Faça o melhor currículo para arrumar um emprego e uma promoção com a CVpraVC

Compre sua camiseta, caneca e quadro do Senso Incomum em nossa loja na Vista Direita

Conheça a loja Marbella Infantil de roupas para seus pequenos (também no Instagram)

Faça os cursos sobre linguagem e sobre Eric Voegelin (e muitos outros) no Instituto Borborema

Faça gestão de resíduos da sua empresa com a Trashin

Siga-nos no YouTube Instagram

Publicidade
Sem mais artigos