Em março de 64, professora alertava que Paulo Freire “invadia a ignorância” do aluno para “destilar marxismo”

Publicidade A professora Sandra Cavalcanti, secretária de Serviços Sociais de Guanabara, deu uma exclusiva ao antigo Jornal do Brasil, em março de 1964, sobre por quais motivos Paulo Freire era uma fraude: “O que é novo no método Paulo Freire é o abuso e o desrespeito à personalidade do educando, a covardia de invadir a sua … Continue lendo Em março de 64, professora alertava que Paulo Freire “invadia a ignorância” do aluno para “destilar marxismo”