LOADING

Type to search

Vachina

Por que Doria não tomou a vacina chinesa infalível contra Covid-19?

Governador poderia provar eficiência da vacina chinesa tomando ele próprio algo cientificamente comprovado pelo Partido Comunista Chinês

Avatar
Share
Doria com covid-19

Estamos preocupados com João Doria. Pode ser que ele seja uma das 3 milhões de pessoas que morrerão de Covid-19 até agosto, como profetizou cientificamente Atila Iamarino, biólogo cientista especialista em ciência. Como sabemos, Doria pegou Covid-19, e Covid-19 não é uma gripezinha. Vai morrer um milhão ou três milhões desse negócio até agosto só no Brasil, então precisamos proibir o máximo possível as pessoas de saírem na rua, ocuparem lugar no espaço, dizerem coisas diferentes do que pensamos etc.

E nossa preocupação é ainda maior porque Doria poderia muito bem ter contado com ajuda do maior amigo do país para evitar este problema. Aquele amigo que cuida do nosso Estadodemocráticodedireito, que investe no Brasil, que está salvando o povo brasileiro do Covid-19, que não acredita em hidroxicloroquina e que combate duramente fake news: o Partido Comunista Chinês.

João Doria, como sabemos, está democraticamente usando o povo brasileiro c̶o̶m̶o̶ ̶c̶o̶b̶a̶i̶a̶ como grupo eleito divinamente para ser um dos primeiros a testar a vacina chinesa contra Covid-19, feita pela empresa chinesa Sinovac, controlada amorosamente pelo Partido Comunista Chinês, um grande especialista em gestão, em controle populacional em pandemias e em combate a fake news, como Doria. Assim, o brasileiro vai ser um dos povos mais preparados contra peste chinesa no mundo, graças a Doria e aos comunistas chineses.

Uma sua fã, a exímia jornalista Vera Magalhães, que coincidentemente foi alçada ao cargo de âncora de um dos jornais mais respeitados do Brasil (até a sua entrada) exatamente na gestão doriana, até comentou que quem critica a vacina chinesa – chamada de “vachina” ou “vacina xingling” pela extrema direita – é “retardado”, num post que mostra sua defesa democrática do Partido Comunista Chinês sem discurso de ódio. Outro grande fã de Doria, o publicitário Alexandre Borges, que sonhava em ser seu publicitário, curtiu o discurso de amor da eficiente datilógrafa.

Vera Magalhães e Alexandre Borges elogiam a China

Se João Doria, o grande homem da gestão que não é político, está salvando o país do “recrudescimento do autoritarismo” e dos “atos antidemocráticos” de Bolsonaro com ajuda do democrático e fofo Partido Comunista Chinês, além de salvar o brasileiro médio do Covid-19 com vacina chinesa, por que o próprio João Doria não tomou a vacina?

Bolsonaro usando cloroquinaSe tivesse tomado vachina da Sinovac, que tem comprovação científica e é recomendado por especialistas em consenso científico, não estaria agora no corredor da morte do Atila Iamarino. Estaria em situação muito melhor do que a de Bolsonaro, que pegou Covid-19, tomou hidroxicloroquina e até agora está nas últimas por ter negado a ciência.

É a ciência. Ao contrário das desinformações e fake news.

Vera Magalhães, por sinal, também chamou democraticamente de “vermes” pessoas que tomam ivermectina (ou “invermectina”, em dialeto veranês). O verme aqui já tomou e vai muito bem, obrigado. Agradeço muito as palavras sem discurso de ódio, Vera! “TMJ”, como diz seu amigo que adora falar mal de você nos outros grupos de Zap!

Doria precisava ter tomado a vachina. Afinal, ele disse que os “grupos de extrema direita”, “[a]lém de não contribuírem em nada, propagarem o negacionismo, propagarem aglomerações, não usarem máscaras, não fazerem o distanciamento social, estimularem o consumo de cloroquina, ainda agora estão acusando a vacina, que vai salvar milhões de brasileiros, de poder provocar danos à saúde daqueles que vierem a ser vacinados”.

Iria salvar milhões de vidas! Talvez as 3 milhões do Atila!! E ainda arrematou: “É uma vergonha para o Brasil termos um grupo de extremistas que propaga este tipo de informação através das redes sociais, assustando principalmente a população mais vulnerável”.

De fato, uma vergonha! Essas pessoas extremistas e negacionistas da ciência vão até inventar que a vachina não funciona, já que o Doria está com Covid-19 depois de ter torrado milhões nesse modelo chinês elogiado pelo especialista Atila Iamarino, e mesmo assim terminar infectado com peste chinesa! Será que a técnica do ozônio será preferida por nosso governador?


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Tags:
Avatar
Flavio Morgenstern

Flavio Morgenstern é escritor, analista político, palestrante e tradutor. Seu trabalho tem foco nas relações entre linguagem e poder e em construções de narrativas. É autor do livro "Por trás da máscara: do passe livre aos black blocs" (ed. Record).

  • 1