Digite para buscar

Eles querem interferir

Facebook remove 216 anúncios de Trump sobre Biden, Covid e refugiados

Plataforma considera que é proibido associar risco de peste chinesa à aceitação de mais imigrantes

Avatar
Compartilhar
Tom Del Beccaro prevê "surpresa" de Trump por conta de 10 fatores

O Facebook removeu 216 anúncios da campanha de Donald Trump que falavam sobre a peste chinesa, refugiados – além dos que mencionavam Joe Biden, seu adversário na corrida eleitoral .

Os anúncios diziam que, apesar dos riscos da pandemia, Biden aumentaria o número de refugiados da Somália, Síria e Iêmen, argumento que o presidente chegou a usar no debate promovido no fim de setembro.

Um porta-voz do Facebook disse à rede de TV CBS que a restrição ocorreu porque a plataforma não permite que se diga que “a segurança física, saúde ou sobrevivência da população é ameaçada por pessoas com base em sua nacionalidade ou status de imigração”, (mesmo que isto possa vir a ser verdade)

A campanha de Trump pagou algo em torno de US$ 15 mil para a veiculação dos anúncios, que foram retirados no mesmo dia.

O Facebook também avisou que não permitirá que Trump “anuncie a sua vitória ‘falsamente’ no dia da eleição.”


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nósVista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1