Digite para buscar

Tráfico do bem

Candidato a vereador do NOVO diz que “tráfico nem deveria ser crime”

Marcelo Castro, candidato a vereador em São Paulo, acredita que traficantes são meros vendedores proibidos de serem capitalistas. Se retratou ao descobrir que traficante solto pelo STF era do PCC

Avatar
Compartilhar
Marcelo Castro, candidato a vereador em São Paulo, acredita que traficantes são meros vendedores proibidos de serem capitalistas. Se retratou ao descobrir que traficante solto pelo STF era do PCC

O candidato a vereador em São Paulo pelo NOVO, Marcelo Castro (foto), escreveu um tweet comentando a soltura do traficante André do Rap, que foi autorizada pelo ministro do STF Marco Aurélio Mello.

Ao apoiar a decisão do ministro – suspensa horas depois por seu colega, ministro Luiz Fux – Castro explicitou o que pensa em relação ao tráfico: “nem deveria ser crime”.

Brasil Paralelo – Os Donos da Verdade. Inscreva-se no Núcleo de Formação

Ao perceber que sua opinião traria prejuízos eleitorais, mas dando a desculpa de que não sabia que o traficante solto era chefão do PCC, apagou o post.

Como bem lembrou Rodrigo Constantino no post abaixo, o NOVO expulsou Ricardo Salles do partido, pois ele aceitou o ministério do Meio Ambiente no governo Jair Bolsonaro. 

Também tentou suspender a candidatura de Filipe Sabará para a prefeitura de São Paulo após o candidato ter falado em entrevista a uma rádio que Bolsonaro era melhor governante que João Dória.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nósVista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1