Digite para buscar

Thriller

Maia “ganha” rap com elogios na saída da presidência da Câmara

Rodrigo Maia jura que não autorizou a peça, que certamente foi criada de maneira espontânea por um fã ardoroso

Avatar
Compartilhar
RodrigoMaia-fim

Rodrigo Maia está de saída da presidência da Câmara dos deputados. O político mais carismático desde Inocêncio de Oliveira deixa um legado inigualável com direito a rap para enumerar suas muitas conquistas.

https://twitter.com/taoquei1/status/1351960954100215810

Pela peça, podemos deduzir que Maia é o responsável pela vacina contra o vírus chinês, pelo auxílio emergencial, pelas obras de infraestrutura que vem tirando o Brasil do atraso e ainda salvou nossas florestas. Só faltou mesmo mostrar seu passeio matinal sobre as águas do lago Paranoá enquanto abençoa cada criancinha faminta.

A preocupação estética do vídeo também salta aos olhos. A música não deixa nada a desejar a clássicos do gênero, como as seis suítes para Violoncelo, de Bach. Os cortes calculados, alternando a imagem de Maia com a de suas façanhas, lembram o melhor Tarantino (o de Cães de Aluguel).

E assim coroa sua estada de quase 6 anos à frente dos deputados zelosos da Câmara. O Brasil, não fosse a pandemia de Bolsonaro, teria uma dívida eterna com esse brasileiro discreto, que teve apenas 74.232 votos, mas mandou tanto e fez tanto para sermos a nação que somos. 

Obrigado, Digo!


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1