Digite para buscar

Bola fora

Mulher trans processa salões que não quiseram depilar suas bolas e perde

Canadense que diz ser mulher acusa 16 salões de beleza de transfobia, perde todos os processos e ainda é obrigado a pagar indenização

Compartilhar
Mulher trans processa salão que não quis depilar suas bolas e perde

Uma mulher trans canadense perdeu absolutamente todos os casos que moveu na justiça contra salões de beleza e esteticistas e ainda foi condenada a indenizar três profissionais em 2 mil dólares cada um.

Entre 2018 e 2019, Jessica Yaniv processou 16 estabelecimentos e profissionais autônomos, alegando “transfobia” após todos se recusarem a depilar suas genitálias masculinas (mas de alma feminina, ora bolas!).

Em um dos processos, a corte que decidiu a favor das esteticistas enfatizou que “a legislação de direitos humanos não exige que um prestador de serviços depile um tipo de órgão genital para o qual não foi treinado e não consentiu em depilar.”

Yaniv é conhecida nas redes sociais não apenas por sua “militância”. A transexual americana Blaire White acusa Jessica Yaniv de ser um pedófilo.

Apoiadora do partido Republicano e que se identifica politicamente como centro-direita, White já mostrou em seu canal no YouTube conversas criminosas que Jessica teve com meninas menores de idade.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1