Digite para buscar

Baixada Santista

Prefeitura de Santos apreende carroça de catador de rua

Otaviano Lopes dos Santos não tem mais como se sustentar após prefeitura apreender seu único meio de sustento

Compartilhar
Prefeitura de Santos apreende carroça de catador de rua

Não contente em proibir o trabalho “não-essencial” (categoria inventada por burocratas para justificar arbitrariedade e autoritarismo) a prefeitura de Santos, SP, comandada por Rogério Santos (PSDB), tirou o sustento de um trabalhador que é considerado essencial pelos seus “especialistas.”

Catador de material reciclável, Otaviano Lopes dos Santos (foto) teve sua carroça apreendida pela administração municipal no domingo, 14, de acordo com reportagem do portal Diário do Litoral.

“Ele estava doente e acamado e sua carroça estacionada em frente sua casa. Quando acordou para trabalhar, viu que não estava mais e até pensou que tinha sido roubado”, relata o portal.

A prefeitura informou que a apreensão se deu não por conta da peste chinesa, mas por uma reclamação de que “o veículo estava sobre a calçada impedindo a passagem dos pedestres. Também que a carroça não tinha em sua estrutura nenhuma identificação do cadastro”, diz o Diário.

No entanto, Lopes dos Santos afirma que já tem cadastro na prefeitura e tentou manter a sua carroça regularizada: “Ela estava sem o lacre porque não estão mais recadastrando por conta da pandemia.”

Com a carroça apreendida, o catador está sem a sua renda diária – entre R$ 50 e R$ 70 – e não sabe como vai se alimentar ou pagar o aluguel.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1