Digite para buscar

Mídia podre

Tylenol é mais danoso ao fígado do que você-sabe-o-quê

Droga tratada como morte certa pela mídia exige superdosagem 20 vezes acima da habitual para ser danosa ao fígado. Fake news de Folha, Estadão e Globo não foi desmentida

Avatar
Compartilhar
easl-liver-failure-treatment-anatomy

A insanidade assassina da mídia oficial brasileira não encontra limites. Vale tudo contra o presidente que lhes negou o tratamento precoce contra más notícias: o dinheiro. Ainda mais sendo um presidente que, digamos, não pensa como Mao Tse Tung, Fidel Castro e Maduro.

A esquerda nunca se importou com vidas, mas apenas com a tomada de poder. Impedir que pessoas façam uso de um tratamento precoce, elevando o número de internações, desmantelando o sistema todo de saúde e, por fim, matando-as, não é um custo alto.

Agora, levantam-se contra o que eles chamam de “kit-covd”. São inúmeros estudos mostrando que, se aplicados da forma correta, alguns medicamentos podem diminuir o risco de morte do paciente com peste chinesa.

Primeiro foi a cloroquina, tratada como se fosse arsênico pela imprensa homicida. Agora é a vez da ivermectina. Os tablóides de esquerda todos soltaram depoimentos – veja que não há nenhum estudo feito – de chefes de enfermagem e médicos dizendo que pacientes que tomaram o tal kit apresentaram piora significativa. 

Os médicos e enfermeiros entrevistados sabem o que o paciente tomou além desses medicamentos? Sabem a dosagem utilizada? Qualquer pessoa com um mínimo de inteligência percebe a artimanha. Vale tudo para descredibilizar qualquer medicamento que se relacione com o presidente da república.

Se a doença é tão fatal quanto dizem, por que negar uma alternativa a quem está praticamente condenado? Algum jornalista impediria um doente terminal de câncer a buscar uma cura por meio de tambores africanos ou com Santo Daime?

A própria AMB (Associação Médica Brasileira), que havia dado uma nota contra o tratamento precoce, teve que voltar atrás por pressão de médicos e entidades.

Consultem médicos de verdade, abandonem a mídia e depois os cobrem por cada morte negligenciada.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1