Digite para buscar

Solidariedade

Doria despreza pedido de ajuda de prefeito de Aparecida

Ao fechar comércio de cidade que atrai peregrinos de todo país, governo de São Paulo transforma polo turístico religioso em cidade fantasma

Compartilhar
Doria despreza pedido de ajuda de prefeito de Aparecida

Economicamente dependente do turismo religioso, a cidade de Aparecida (SP) está em situação crítica em função do fechamento do comércio decretado pelo governo do Estado devido à peste chinesa.

Em entrevista ao programa Opinião no Ar, exibido nesta segunda-feira, 12, pela RedeTV!, o prefeito de Aparecida, Luiz Carlos Siqueira (Podemos), agradeceu à população brasileira pela solidariedade com a doação de alimentos que a cidade recebeu de todo o País.

“Eu pude alimentar toda a minha cidade, todas as entidades assistenciais, a Santa Casa, levando mais de 30 mil litros de leite para as nossas crianças.”

Alguma duvida sobre a Formação Senso Incomum? Clique aqui e fale com nosso suporte.

“Nós tivemos toda uma movimentação nacional do povo brasileiro e de brasileiros do exterior. Juntaram-se todos para que a gente pudesse resgatar a dignidade do nosso povo.”

Imagem: Reprodução TV Record

Siqueira destacou ainda a colaboração do governo federal e disse que ao recorrer à administração de João Doria (PSDB), não recebeu nenhum tipo de ajuda:

“Eu não tive retorno.”

“Eu recorri ao governo de São Paulo, não para buscar recursos, mas para buscar comida. Fiquei aguardando retorno. Só que a minha fome não poderia esperar. Eu fui para Brasília desesperadamente, e recebi os alimentos, que era o que eu mais queria.”

Segundo Siqueira, mais de 12 mil cestas básicas já foram distribuídas na cidade nesta primeira etapa da campanha de doações. Ainda assim, diz ele, a situação do município continua extremamente delicada.

“Hoje temos mais de 85% da população da nossa cidade sem renda e sem trabalho. E eu tenho que continuar a luta. Eu estou com uma cidade, volto a dizer para vocês, destruída”, disse o prefeito.

“Minha cidade é importante para o país. O povo brasileiro é apaixonado por ela, gosta dela. É a referência dos católicos brasileiros. Vocês não imaginam o quanto o povo brasileiro vem aqui e derrama as lágrimas em gratidão à Nossa Senhora.”

Com informações da revista Oeste


Faça parte da Nova Elite Cultural Brasileira​. Assine agora e tenha acesso a 1 ano de conteúdo com R$120,00 de desconto (somente até às 23:59 do dia 18)

Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Luigi Marnoto

Luigi Marnoto é cozinheiro e só não foi guia de cego e bombeiro. Atualmente escreve no Senso em troca de uns caraminguas. É pai e avô quase exemplar e campeão de porrinha.

  • 1