Digite para buscar

Chão de estrelas

Los Angeles é acusada de esconder moradores de rua para o Oscar

O amor da esquerda: "Eles simplesmente chutaram todo mundo da Union Station para a imagem ficar melhor, e se não fôssemos embora, iriam destruir nossas coisas"

Luigi Marnoto
Compartilhar
Los Angeles é acusada de esconder moradores de rua para o Oscar

Ao entrar no site da Union Rescue Mission – uma organização cristã que dá auxílio a moradores de rua – lê-se a seguinte mensagem:

Esta noite haverá 58 mil pessoas sem teto em Los Angeles. É hora de parar de desviar o olhar.

O número de desabrigados aumentou impressionantes 14% em Los Angeles em 2019. Nenhuma contagem foi feita depois disso devido à pandemia da peste chinesa. Mas o problema continua a crescer em toda a cidade.

Ao que parece, o problema dos sem-teto não está no campo de visão das autoridades de Los Angeles, tampouco no das celebridades hollywoodianas que compareceram à cerimonia do Oscar no último domingo, 25.

Pela primeira vez em sua história, a premiação foi realizada na Union Station, centro de Los Angeles, uma área que concentra boa parte dos moradores de rua da cidade.

Embora as autoridades da cidade neguem, há relatos de moradores de rua sendo varridos da área para dar uma visão mais pitoresca para os milhões de espectadores que acompanharam a festa.

“Eles [as autoridades] nos procuraram há cerca de uma semana dizendo que tínhamos que nos mudar até sexta-feira às 18h, porque eles estavam tentando limpar [a área] para o Oscar, e nos disseram que se não nos mexêssemos, eles iriam simplesmente destruir nossas coisas”, diz DJ, um homem que mora em uma barraca no centro de Los Angeles.

“Eles nos forçaram a ir para [a região] do Grand Hotel, na 3ª com Figueroa, e expulsaram todo mundo do Union Station para que ficasse melhor para a imagem [do local].”

Seja membro Patriota da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês

Para Andy Bales, da Union Rescue Mission, a ação não foi exatamente uma surpresa.

Bales revelou que sempre que há um grande evento, transmitido em rede nacional, Los Angeles tenta varrer o problema dos sem-teto para debaixo do tapete.

“Não deveríamos fazer um bom espetáculo, deveríamos fazer o bem para nossos irmãos e irmãs (…) que estão sofrendo em nossas ruas”, disse Bales.

Em seus discursos fornidos de clichês politicamente corretos para a salvação da humanidade, as celebridades hollywoodianas não deram um pio sobre a tragédia que se desenrolava a poucos metros de seus narizinhos esteticamente recauchutados.

Parafraseando o filósofo Edmund Burke, essa gente ama a humanidade, mas está pouco se lixando para seus semelhantes.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Luigi Marnoto
Luigi Marnoto

Luigi Marnoto é cozinheiro e só não foi guia de cego e bombeiro. Atualmente escreve no Senso em troca de uns caraminguas. É pai e avô quase exemplar e campeão de porrinha.

  • 1