Digite para buscar

Dr. Saratudo

Se a UE não acha a CoronaVac eficaz, por que você é trouxa de achar?

A União Européia não aceitará a vacina chinesa no seu "passaporte de vacinação". E nós que somos "negacionistas"!

Avatar
Compartilhar
coronadoria

O universo da ciência de almanaque está no auge. Replicada por jornalistas e especialistas com viés ideológico declarado, o termo ciência virou o mantra para tentar impedir qualquer discussão séria quando o assunto é a peste chinesa.

Incapazes de definir a própria ciência – que é essencialmente a confrontação de hipóteses contrárias, buscando a verdade -, a trupe jornalística e seus animadores de auditório só fazem confundir o público, tornando-o ainda mais vulnerável perante um vírus traiçoeiro.

A CoronaVac, que foi enaltecida pela mídia jeca brasileira, elevada à salvação da humanidade, parece não ter uma vida assim tão feliz lá fora. 

A União Européia informou que só aceitará visitantes que receberam uma das quatro vacinas autorizadas para seus cidadãos. A de Oxford/Astrazeneca, também aplicada aqui no Brasil, a da Pfizer, a da Moderna e a da Jansen, da Johnson e Johnson. 

A querida vacina chinesa não está entre elas. Será que seu maior propagandista, o suéter falante Agripino Doria, tomará sua amada vacina? Sujeitar-se-á à quarentena em solo europeu, demonstrando sua fidelidade ao néctar produzido pelo Instituto Butantan?

O grande mensageiro da ciência estilo Dr. Saratudo e suas buzinas midiáticas terão um grande obstáculo para emplacar a idéia de que a CoronaVac é realmente eficaz.

Mas sabe como é, questionar isso hoje é ser um nazi-fascista genocida medieval negacionista eugenista. Viva a Siência!

Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1