Digite para buscar

Ouvidos moucos

Fact-checking: CNN diz que ministro fala em “ódio”, quando disse “óbvio”

Rede corrigiu o erro discretamente. Estamos esperando serem presos por inquéritos sem acesso aos laudos, com busca e apreensão, desmonetização e censura no algoritmo

Avatar
Compartilhar
Fact-checking: CNN diz que ministro fala em “ódio”, quando disse “óbvio”

O fenômeno de não enxergar a realidade não é novo no jornalismo brasileiro. Mas o de não escutá-la com clareza é uma novidade que a CNN Brasil estreou na noite de quinta-feira (29), ao noticiar a chegada do primeiro lote das vacinas da Pfizer/BioNTech no Brasil.

Em discurso proferido no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga (foto), disse: “Nos próximos seis dias nós vamos distribuir 16,8 milhões de doses de vacinas. Não há como negar, negacionismo é querer negar o óbvio.”

Inexplicavelmente, a repórter que assina a matéria ouviu “ódio”, onde ódio não existia. E, em tom de escândalo, deu destaque ao próprio engano na manchete da reportagem:

Mesmo que a repórter tenha escutado mal o que disse o ministro, por inferência lexical fica óbvio – sem ironia – que a construção da frase da forma como a jornalista entendeu não faria o menor sentido.

“Nos próximos seis dias nós vamos distribuir 16,8 milhões de doses de vacinas. Não há como negar, negacionismo é querer negar o xxxxx. Nós vacinamos a nossa população [em uma escala] sem precedentes.”

É óbvio – novamente, sem ironia – que horas mais tarde a CNN mudou o título, excluiu o tuíte com o link para a matéria e teve a honestidade de colocar uma errata no início do texto corrigido.

É de imaginar o tamanho do “ódio” da responsável pelo “furo” da CNN ao ver seu texto bombástico virar um burocrático relato após seu delírio auditivo ter sido trocado pelo… óbvio.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1