fbpx

Digite para buscar

Farmacêutica ganha patente nos EUA com spray de h****cl****ina e iv******ina

Compartilhar

Um medicamento contra coronavírus desenvolvido pela Therapeutica Borealis, uma empresa farmacêutica da cidade de Turku, Finlândia, obteve a patente definitiva do Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO). O fármaco, um spray nasal, contém hidroxicloroquina, entre outros ingredientes.

Em um comunicado à imprensa na segunda-feira (24), o biólogo, ex-reitor da Universidade de Turku e um dos fundadores da Therapeutica Borealis, Kalervo Väänänen, comemorou:

“A patente final é um marco importante para nós em nosso caminho para o mercado. Nosso próximo objetivo é encontrar uma empresa da indústria farmacêutica estabelecida com uma escala de negócios internacional.”

Além de Väänänen , mais dois fundadores da Therapeutica Borealis atuaram no desenvolvimento do medicamento: Lauri Kangas, professor adjunto de ciências da Universidade de Turku, e Matti Rihko, psicólogo e presidente do conselho da Câmara de Comércio de Turku e da Universidade de Turku.

De acordo com a empresa, o spray nasal atua na função celular da mucosa nasal prejudicando a capacidade do vírus de penetrar no corpo e se multiplicar.

“O enfrentamento da pandemia requer, além da vacina, um medicamento preventivo ou de ação precoce. Este medicamento também ajuda especialmente em uma situação em que a cobertura vacinal parece permanecer muito baixa para a imunidade de rebanho”, disse Väänänen.

A farmacêutica garante que os ingredientes ativos da droga – aprotinina, hidroxicloroquina e ivermectina – são drogas bem conhecidas e amplamente utilizadas, mas, neste produto, agem de uma maneira nova e direcionada à membrana mucosa respiratória superior.

Segundo a empresa, todas as moléculas de medicamentos cobertas pela patente são aprovadas para o tratamento de outras doenças, mas se usadas de forma sistêmica, como pílulas ou infusões ingeridas pelos pacientes, as quantidades dos medicamentos podem ser altas e potencialmente prejudiciais.

“Para uso tópico, como no spray nasal, as concentrações dos princípios ativos em todo o corpo permanecem muito baixas, mas são suficientes l para impedir a passagem e a replicação do vírus, tornando o medicamento mais seguro e eficaz”, diz a Therapeutica Borealis.

Em março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou contra o uso de ivermectina em pacientes com Covid-19, exceto para ensaios clínicos, devido à falta de dados que demonstrassem seus benefícios. No entanto, o medicamento tem sido usado para pacientes Covid em países como África do Sul e Índia.

Com informações de Yleisradio


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Luigi Marnoto

Luigi Marnoto é cozinheiro e só não foi guia de cego e bombeiro. Atualmente escreve no Senso em troca de uns caraminguas. É pai e avô quase exemplar e campeão de porrinha.

  • 1