fbpx

Digite para buscar

Pesquisadores descobrem causa de coágulos relacionados a vacinas contra peste

Compartilhar

Um grupo de pesquisadores alemães alega ter identificado a causa da formação de coagulações em algumas pessoas que receberam vacinas da AstraZeneca e da Johnson & Jonhson.

A reação à vacina levou alguns países da Europa a restringirem ou suspenderem a utilização da AstraZeneca na população.

Segundo o Financial Times, a reação de coagulação do sangue que interrompeu o lançamento das vacinas AstraZeneca e J&J foi registrada em 309 das 33 milhões de pessoas que receberam a vacina AstraZeneca no Reino Unido, causando 56 mortes. Na Europa, pelo menos 142 pessoas tiveram coágulos sanguíneos entre 16 milhões de receptores da vacina.

Os cientistas responsáveis pelo estudo alegam que a descoberta poderá subsidiar ajustes nas vacinas impedindo que a reação adversa ocorra futuramente.

De acordo com Rolf Marschalek, professor da Universidade de Goethe em Frankfurt que conduziu o estudo, o problema principal estaria em vetores do adenovírus que as vacinas de ambas as fabricantes utilizam para fornecer a proteína spike da COVID ao corpo humano.

A pesquisa preliminar da equipe de Marschalek foi publicada na quarta-feira (26) e ainda não foi revisada por pares da comunidade científica.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1