Digite para buscar

Meu corpo, suas regras

Prefeito de Cerquilho denunciará cidadão que escolher fabricante da vacina

Prefeito Aldo Sanson (PSDB) quer denunciar por crime contra a saúde pública o cidadão que comparecer ao posto de vacinação mas se recusar a tomar vacina

Compartilhar
Prefeito de Cerquilho (SP) denunciará cidadão que escolher fabricante da vacina

O prefeito tucano da cidade paulista de Cerquilho, Aldo Sanson (foto), assinou um decreto, na quinta-feira (01), que impede o cidadão do município de escolher o fabricante da vacina contra a peste chinesa.

De acordo com o artigo primeiro do decreto, “Os cidadãos que comparecerem aos locais de vacinação contra o coronavírus no Município, e recusarem-se a receber o imunizante disponibilizado pelos órgãos de saúde do Governo Federal, Estadual e Municipal, terão seus dados enviados ao Ministério Público do Estado de São Paulo, para apuração de eventual crime contra a saúde pública.”

Ainda de acordo com o decreto, a prefeitura pretende usar a guarda civil municipal para que se cumpra a regra.

Isto quer dizer que o cidadão que não quiser ser injetado com uma vacina cuja eficácia está sendo questionada até mesmo pelo país de origem será tratado como um criminoso.

Este é o estadodemocráticodedireito em que vivemos.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1