Digite para buscar

Revisado por pares

Novo estudo atesta eficácia de iv***ct*na na redução de sintomas da peste

Pesquisa do Instituto Pasteur da França foi publicada este mês na revista da European Organization of Molecular Biology. Big Techs irão censurar postagens sobre o assunto por "desinformação médica"?

Compartilhar
Novo estudo atesta eficácia de iv***ct*na na redução de sintomas da peste

A editora científica da European Organization of Molecular Biology, EMBOpress, publicou, no dia 12/07, um estudo feito por um grupo de 15 cientistas franceses do Instituto Pasteur atestando a eficácia do antiparasitário ivermectina (IVM) na redução dos sintomas da peste chinesa.

O estudo indicou que o uso da IVM não diminuiu a replicação viral. “Nossos resultados demonstram que a IVM melhora o resultado clínico em animais infectados com SARS-CoV-2 e está associado a um estado inflamatório reduzido. Eles mostram que a administração de IVM limita (…) a inflamação pulmonar”, afirma trecho da conclusão do estudo, que já foi revisado após ser publicado.

“No geral, este estudo prova que uma terapia imunomoduladora baseada em IVM melhora a condição clínica de hamsters infectados com SARS-CoV-2 e, em ensaios clínicos, alivia os sintomas de COVID-19 em humanos e possivelmente limita a síndrome pós COVID-19 (também conhecido como COVID longa) por meio de uma ação antiinflamatória.”
O estudo do Instituto Pasteur vem para reforçar os mais de 1200 estudos (já concluídos ou em andamento) sobre o uso do antiparasitário para o tratamento da peste chinesa. Entre eles, meta-análises (a análise em conjunto de resultados de pesquisas distintas sobre o mesmo assunto) de cientistas ingleses e indonésios.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1