fbpx

Digite para buscar

Sem justificativa

Austrália: cães resgatados são assassinados para evitar violação do lockdown

Cães foram mortos a tiros pelo condado de Bourke Shire, estado de Nova Gales do Sul, para manter em casa os voluntários de abrigos de animais

Compartilhar
Austrália: cães resgatados são assassinados para evitar violação do lockdown

Vários cães resgatados que seriam levados a abrigos para posterior doação foram mortos a tiros pelo governo do condado de Bourke Shire, no estado de Nova Gales do Sul, Austrália.

Segundo a agência fiscalizadora do governo do estado, os oficiais do condado tomaram a atitude para evitar que os voluntários se deslocassem para buscar os animais, o que violaria as novas ordens de lockdown impostas no país para conter a propagação da variante Delta da peste chinesa no país.

“Estamos profundamente angustiados e completamente chocados com este tiroteio cruel de cães e pensamos ser inaceitáveis as justificativas ​​do condado de que este assassinato foi aparentemente realizado como parte de um plano de contingência contra o COVID”, disse Lisa Ryan, ativista da organização Animal Liberation.

Um porta-voz do Gabinete de Governo Local disse que a agência fiscalizadora está investigando as circunstâncias do incidente para descobrir se houve violação de leis de proteção animal.

Segundo o Ministério da Saúde australiano, não houve nenhum caso recente de peste na região em que ocorreu o morticínio dos cães, embora fragmentos do vírus tenham sido encontrados no sistema de esgoto da área.

Com informações de Sidney Morning Herald


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1