Digite para buscar

Censura

YouTube censura pintura do século XIX por conter “nudez”

Em tempos de caças a supostas fake news e de agências de suposto "fact-checking", plataforma do Google censura pintura artística por conta de "nudez"

Avatar
Compartilhar
a-grande-odalisca, OliverTalk, Youtube, censura


No último domingo, 14, o YouTube derrubou a live do nosso sub-editor Oliver sobre pinturas de arte moderna no seu canal OliverTalk.

Segundo o email enviado pela plataforma, a empresa alega que o apresentador mostrou conteúdos que violam as normas do site:

  • Conteúdo que exiba genitálias, seios ou nádegas (cobertos ou descobertos) com o propósito de satisfação sexual.
  • Pornografia que exiba atos sexuais, genitálias ou fetiches com o propósito de satisfação sexual

Os quadros apresentados eram obras de arte do medievo ao iluminismo. Entre eles, quadros clássicos de Nossa Senhora e o Martírio de São Livino:

Duccio: Madonna com a Criança

Rubens: Martirio de São Livino

Claude Lorrain: Jesus no caminho de Emaús

Algumas obras de Fernando Goya e Ticiano contém mulheres nuas, o que não justifica a censura, pois ilustram até em livros escolares.

Ticiano: Vênus e a música

Ingres: A grande odalisca

Para o YouTube, parece não haver problemas nas pudicas imagens abaixo.

Até o momento, o vídeo não tem previsão para voltar.


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Senso Incomum

Senso Incomum é um portal de idéias e opiniões contra a corrente de pensamentos automáticos da última moda. Apenas com uma âncora se pode navegar mais longe, ao invés de boiar à deriva. Siga no Twitter: @sensoinc e no Facebook: /sensoincomumorg.

  • 1