Digite para buscar

Fact-checking

Exame faz fake news dizendo que CEO do Twitter “doou” para líderes negros

"Doação" é, na verdade, investimento de US$ 100 milhões que a Fintech Square aplicará para "lidar com a desigualdade racial no mundo financeiro"

Avatar
Compartilhar
Fact-checking: Exame faz fake news dizendo que CEO do Twitter “doou” para líderes negros "Doação" é, na verdade, investimento de US$ 100 milhões que a fintech Square - da qual Jack Dorsey é cofundador e também CEO - aplicará para "lidar com a desigualdade racial no mundo financeiro"

A Exame, publicação da editora Abril, publicou “reportagem” exaltando a imagem de Jack Dorsey, o bilionário CEO do Twitter, com direito à foto de herói com olhar sereno e trejeito hipster.

A nota, no entanto, não condiz com a verdade. Exceto pelos 10 milhões de dólares doados em agosto pelo magnata para um “centro de estudos sobre o racismo” da Universidade de Boston, não houve nenhuma doação por parte de Dorsey para “apoiar líderes negros.”

Segundo o site Bussiness Insider, o que houve foi o anúncio de um investimento de US$ 100 milhões por parte da Square – empresa de pagamentos eletrônicos da qual Dorsey é cofundador e CEO – em “negócios e instituições financeiras dirigidos por negros.”

Donald Trump foi marcado pelo Twitter com aviso: “saiba os fatos sobre votação via correios”

O Twitter de Jack Dorsey costuma colocar avisos em tuítes que eles consideram “fake news.” Até o momento da publicação deste texto, contudo, não há nenhum aviso parecido na postagem da Exame.

Inscreva-se para centenas de horas de conteúdo

Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1