Gafe

Alckmin confunde o nome de sua vice com Kátia Abreu ao vivo

Tucano quis lacrar falando de "empoderamento feminino", Alckmin foi tentar citar o nome de Ana Amélia mas acabou falando o nome de Kátia Abreu, vice de Ciro Gomes

Geraldo Alckmin é um ser de “Esquerda Pra Valer”, mas não tem exatamente o traquejo da esquerda moderna. Um caso é o feminismo. Alckmin, o neo-lacrador, quis agora falar de “empoderamento feminino” e explicar por que colocou uma mulher como vice (pela modinha). Em entrevista à TV Record, Alckmin disse que colocou a senadora Kátia Abreu… ops! A senadora Ana Amélia como vice. Numa gafe ridícula, o tucano confundiu sua própria vice de chapa com a de Ciro Gomes.

O pensamento alckmista se torna ainda mais engraçado por defender mulheres contra o machismo – “não há dúvidas” sobre a injustiça contra as mulheres – a um só tempo em que confessa que só coloca uma mulher como vice na chapa para se adequar ao novo discurso lacrador da esquerda, que não vive só de repetir “emprego e renda”.

O discurso artificial do tucanato para tentar parecer atraente para a extrema-esquerda, com quem sonha em se ligar em um possível segundo turno com Alckmin contra Bolsonaro, tem tido o mesmo resultado de Hillary Clinton: uma mistureba que não convence nem a si próprio. Aliás, mal consegue lembrar quem é a tal da mulher que “empoderou”.

—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

Sem mais artigos