CENSURA

Youtube deleta canal de história por “promover ódio”

Vários canais, alguns dos quais nem discutem política e não são de direita, estão sendo desmonetizados e removidos do YouTube

Publicidade

Que ser banido a qualquer momento do YouTube, principalmente se for uma pessoa claramente de direita, todo mundo já sabe que é possível. O que ninguém sabe ao certo são as justificativas da empresa para isso e quais “políticas de uso” o YouTube pode usar como meio de destruir e demonizar alguns canais inocentes.

Nestes últimos tempos, tem se tornado frequente a tentativa de matar moscas com lança chamas por parte da empresa. Vários canais, alguns dos quais nem se prestam a discutir política, muito menos possuem alguma orientação à direita, estão sendo desmonetizados e removidos do YouTube. Professores de história e estudiosos do assunto começaram a se manifestar nas redes sociais e reclamar por seus vídeos educativos terem sido removidos por citarem as atrocidades do nazismo e apresentarem várias provas dos terrores que as pessoas em campos de concentração eram submetidas.

O canal “Regionaal Archief Alkmaar” é um exemplo. Ele foi banido pela plataforma YouTube com a justificativa de “promover o ódio” ao divulgar vídeos que supostamente endossariam o nazismo. Quando na realidade, o objetivo do canal é simplesmente hospedar arquivos históricos das décadas de 1920 a 1950, incluindo imagens do Exército alemão e alguns discursos de Adolf Hitler.

O dono do canal, no Twitter, reclamou sobre a decisão sem fundamentos da plataforma. O Youtube, por sua vez foi posteriormente restaurado após mais de dois mil RT´s sobre o assunto e diversas reclamações do público.

O YouTube diz se resguardar ao direito de excluir qualquer conteúdo que promova o nazismo e a supremacia branca. Mas convenhamos, neste mundo do “politicamente correto” em que as pessoas se frustram por qualquer vírgula fora do lugar, nem arquivos históricos podem ser mais discutidos. Tente imaginar um mundo em que o professor nas aulas de história não discutiria mais história, mas promoveria yoga e atividades relaxantes para as pobres criaturas mimadas que não podem mais estudar sobre assuntos angustiantes.

Qual será o futuro dos adultos de amanhã? Como o mundo lidará com as histórias proibidas para que estas não se repitam? Essas políticas que visam esconder fatos e promover utopias são bem características de alguma linha ideológica. Brilhante, YouTube, simplesmente brilhante!

 

NOTA: Cuidado, Mark Zuckerberg odiará se você compartilhar este artigo no Facebook!

Página oficial do canal: https://www.regionaalarchiefalkmaar.nl/

Canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/archiefalkmaar

 


Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Sem mais artigos