Canalha

Condenado a 45 anos por pedofilia filmou abusos contra bebê e criança deficiente

Bebê de um ano e seis meses sofreu abuso 7 vezes. Homem deve continuar encarcerado

Publicidade

O auxiliar de serviços gerais Antônio Cláudio de Oliveira Lima, de 42 anos, morador de Cubatão, casado e pai de dois filhos, foi preso após abusar sete vezes de um bebê de um ano e seis meses, além de atacar sexualmente um menino de 12 anos que tem necessidades especiais. O pedófilo filmava os abusos e compartilhava pelo WhatsApp e Telegram.

De acordo com o portal A Tribuna, havia 254 fotos e 419 vídeos relacionados à pedofilia no celular de Antônio Lima.

“Entre os milhares de vídeos, oito chamaram mais a atenção dos policiais, porque neles o próprio réu protagoniza as cenas de sexo com o bebê e o menino deficiente mental, caracterizando o crime de estupro de vulnerável.”

O juiz federal Roberto Lemos dos Santos Filho condenou Antônio a 45 anos de prisão. O pedófilo, em sua defesa, apenas disse: “A carne é fraca? e “Quem nunca pecou?”

————–

Saiba o que está por trás da CPMI das Fake News, o tema mais urgente do ano, em nossa nossa revista.

O Senso Incomum agora tem uma livraria! Confira livros com até 55% de desconto exclusivo para nossos ouvintes aqui

Faça o melhor currículo para arrumar um emprego e uma promoção com a CVpraVC

Compre sua camiseta, caneca e quadro do Senso Incomum em nossa loja na Vista Direita

Conheça a loja Marbella Infantil de roupas para seus pequenos (também no Instagram)

Faça os cursos sobre linguagem e sobre Eric Voegelin (e muitos outros) no Instituto Borborema

Faça gestão de resíduos da sua empresa com a Trashin

Siga-nos no YouTube Instagram

Publicidade
Sem mais artigos