Paste your Google Webmaster Tools verification code here

Valesca Popozuda, autora de grandes canções como "Larguei o Meu Marido (Agora Virei Puta)", defende o feminismo e pede poder e respeito.

Uma prova aplicada em Brasília já definiu Valesca Popozuda como “grande pensadora contemporânea”. A julgar pelo nível das feministas, podemos dizer realmente que Valesca Popozuda é grande. Acima da média. Maior. Bem grande. Aliás, perto das feministas, Valesca Popozuda é uma pensadora enorme. Gigante.

PUBLICIDADE

Valesca Popozuda em prova: "grande pensadora contemporânea"A pensadora gigante deu entrevista a Faa Morena, apresentadora do Ritmo Brasil da RedeTV. O tema, obviamente, foi machismo: junte duas pessoas de compleição intelectual bem grande, nível popozudo, e certamente estarão falando de machismo.

Valesca, a Popozuda, disparou:

“[Machismo] é uma coisa que sempre vai existir. A gente luta contra isso, mas é algo que vem de casa. Não quero homem gritando ‘gostosa, maravilhosa’ pra mim, não. Eu quero as mulheres gritando por liberdade e poder. Queremos ser respeitadas.”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Algo que lembra Washington Olivetto, declarando que “empoderamento feminino é um clichê constrangedor”.

É curioso como alguém pode ter o sobrenome artístico “Popozuda” (a. k. a. “bunduda”) e não querer ser chamada de gostosa. Afinal, ideologia, empoderamento, feminismo, blá blá blá. Mas ainda pior é alguém dizer isso e ninguém na grande e velha mídia juntar lé com cré e interromper a dona com um silogístico “Mas, peraí!”

PUBLICIDADE

Falando em mulher querer ser respeitada, Valesca Popozuda fez sua carreira no grupo Gaiola das Popozudas. A grande e velha mídia, novamente, parece não querer informar seu público sobre as músicas de Valesca Popozuda na época. Refrescamos a memória do leitor:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Valesca Popozuda lê Madame Bovary1. Aquecimento
2. Agora Virei Puta
3. Comece A Rebolar

4. Gaiola Com Tesão
5. My Pussy é o Poder
6. Fruta Estragada
7. Dedinho
8. A foda Tá Liberada
9. Hoje Eu Vou Beber
10. Traz A Bebida Que Pisca
11. Quero Te Dar
12. Sem Calcinha
13. Late Que Eu Tô Passando
14. Fiel é o Caralho
15. A Guerra Começou
16. Tô com o Cu Pegando Fogo
Faixas bônus
17. Comece a me Chupar
18. Minha Buceta É o Poder

Sua carreira também teve singles como “Larguei o Meu Marido (Agora Virei Puta)”, “Agora Eu Tô Solteira”/ “Agora Eu Sou Piranha”, “Um Otário Pra Bancar”, “Solta Esse Ponto” / “Solta Essa Porra”, “Hoje Eu Não Vou Dar, Eu Vou Distribuir”, “A Soda Tá Liberada / A Foda Tá Liberada” e o petrolifero “Funk do Lula” (será correlato ao sucesso “Dedinho”?).

Gaiola das Popozudas, álbum da funkeira Valesca Popozuda

Além da coragem em dar nomes aos bois, sabe qual a diferença entre Valesca Popozuda, que aparece dando entrevista para toda a grande e velha mídia, e as feministas típicas? Exatamente. O tamanho da pensadora. Que faz diferença entre conseguir e apenas desejar.

—————

Assine nosso Patreon ou Apoia.se e tenha acesso à nossa revista digital com as Previsões 2017!

Faça sua inscrição para o 2.º Congresso Virtual do Brasil Paralelo e, de quebra, ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link.

  • Epaminondas

    Eu devo estar fazendo alguma coisa certo na vida: Não fazia a remota ideia que era essa Valesca. Menos ainda, ouvi suas músicas.

    E eu que me orgulhava de mal saber a diferença entre Ronaldinho e Neymar.

  • Carlos Caramujo

    Discografia impecável, bando de frescos! Faz com que o Álbum Branco e o Álbum Preto sejam coisa de bandinha de garagem!

  • Eliane Moura

    Na primeira frase: aplicada em vez de aplica.

    De novo, sou obrigada a lembrar do meu pai, que dizia:”Em que mundo me foi dado viver!”.

  • Garrcia

    Enquanto o cu pega fogo o cérebro hiberna no mais gélido inverno vegetativo.

  • nando_bv

    Hahaha
    “Quero ser respeitada”
    Por Deus, só falta agora querer um cargo numa secretaria dos direitos da mulher

    • Aderbal Matias

      Vai dando ideia, vai…

  • PrinnZ

    O que é pior?
    Uma pensadora a”bundante” ou um ladrão rentista com um dedo faltante?

  • Jonny Hawkye

    Ela não é burra, aposto que falou isso só pra chamar atenção (já que não andam falando muito dela mesmo). Típico da carência da fama, apelar para o assunto do momento.

  • Fábio Peres

    Olha, Valesca foi “empoderadora”, de fato, quando posou nua para a Playboy, no meio da favela, mobilizando meio mundo para a sessão de fotos. Hoje, coitada, é apenas uma repetidora de ideias que dão IBOPE nas festinhas de faculdade – onde apreciam tal retórica.

  • TheDigosin .

    Valesca Popozuda é a cara do feminismo. Burra, vulgar, baixa e hipócrita. Não é atoa que as feministas tenham alçado ela a status de pensadora.

  • Carlos Magno Dias Ferreira

    O título da faixa 18 é uma grande verdade. Nós homens como antigamente, somos vítimas oprimidas. Mas se é da vontade de Zeus, eu não ligo!

  • WillMDias

    Ahahahaha.
    Flávio, o seu texto é muito agradável de ler.

    Sobre o assunto da matéria, nada posso acrescentar, nunca ouvi nada dessa cidadã e pretendo me manter assim.

    Só faltou ela colocar a culpa na coitada da sociedade.

  • Isildur Bagual

    Não fale mal dela!!! Ela tem uma música lindíssima. Segue a poesia do verso:

    …Eu queria andar na linha tu não me deu valor
    Agora eu sento soco soco faço até filme porno
    Gaiola das popozudas agora vai falar pra tu
    Se elas brincam com a xereca eu te dou um chá de cu!…

    Como não valorizar a opinião de uma artista desse gabarito????

Sem mais artigos