Paste your Google Webmaster Tools verification code here

O site caiu mil vezes, tivemos de fazer uma mudança de emergência no meio do dia, até o Guten Morgen ficou fora do ar... mas estamos de volta!

Povo amado, sabemos que vocês penaram nestas últimas semanas em que nosso Senso Incomum ficou perigosamente fora do ar. Até o Guten Morgen, o nosso podcast, passou algumas horas afetado por outro problema (uma desgraça nunca vem sozinha). Tudo bem quando publicamos um dos textos de maior sucesso no site: FAKE NEWS: Se você é minimamente inteligente, não caia nessa de “cura gay”, em que desmistificamos a boataria sobre o assunto da semana.

PUBLICIDADE

Cremos que finalmente conseguimos resolver todos os problemas (e foram intermináveis) para o seu portal preferido voltar a operar 100%.

Ou quase. Ainda falta muita coisa, e não cansamos de pensar em novidades para nossos leitores. A grande verdade é que cada nova idéia, até mesmo a mais simples e que aparentemente é concretizável em no máximo duas horas, geralmente precisa de dias de maturação, implementação e afins.

Nosso servidor antigo simplesmente não agüentou os acessos recentes no site. É uma excelente notícia para nossos textos – uma notícia não tão boa para o site como um todo, que ficou paralisado quase todo dia na última semana, e tivemos de largar a produção para cuidar de tecnicalidades que nem entendemos direito.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O stress foi enorme, mas estar de volta com sua companhia vale qualquer semana mal dormida.

Agora, estamos de casa nova, servidor novo, mais espaço e onde podemos fazer churrasco na varanda apenas abrindo a janela. Entretanto, era uma opção que adiamos muito por se 1000% (isso mesmo, mil por cento) mais cara. Agora, nosso site fica mais custoso. Esperamos que continuemos numa curva ascendente de leitores e patrocinadores para compensar. Esforçamo-nos muito para isso – até usando as ênclises corretas!

PUBLICIDADE

Senso Incomum é um portal e nosso objetivo não é apenas seguir o caminho que já seguimos, mas expandir. Fazer textos diferentes. Apostar em outras mídias (falta ainda “atacar de DJ”, embora já façamos um pouco disso no nosso podcast, o Guten Morgen). Não queremos continuar do mesmo jeito que estamos. Nem do mesmo tamanho. Não queremos ter apenas o modelo de texto atual: nosso desejo é poder comentar mais assuntos por dia, com a mesma qualidade, profundidade e irreverência de nosso trabalho atual.

Mas somos ainda só um grupo de gatos pingados que não pode dedicar 100% do tempo a este projeto (só um percentual bem curto de tempo, na verdade). Por isso, quando um problema acontece, o caos costuma se incitar.

Além de nossos escritores, temos também em nosso time os incansáveis Filipe Trielli, David Mazzuca Neto e o time da Panela Produtora, que cuida do Guten Morgen tão bem, e nosso gaúcho Gustavo Finger, da Agência Pier, o webmaster que cuida do nosso site. Os coitados são por nós escravizados e estão prontos para levar chibatadas quando a coisa aperta, mas ainda não somos um grande portal para poder contabilizar com seus serviços full-time (por isso você, que tem uma empresa e quer que ela tenha um site e uma produção musical e de publicidade tão bacana quanto o Senso Incomum, deve requisitar os serviços desses caras imediatamente).

Mas precisamos mesmo do seu apoio para continuar oferecendo este conteúdo. Estamos buscando financiadores e patrocinadores. Nosso portal só consegue sobreviver por cada pequeno leitor disposto a contribuir para que possamos nos dedicar mais a escrever (e menos a cuidarmos nós mesmos de encrencas com máquinas, por não termos uma equipe dedicada).

Por isso sempre pedimos que contribuam no Patreon ou no Apoia.se, para quem só pode fazer em real. Graças às mudanças para fazer o site crescer, além de planos que sempre refazemos ao notar que sairiam errado, atrasamos muito o conteúdo exclusivo para nossos patronos, pelo qual pedimos mil perdões.

Mas atrasamos porque queremos que nosso conteúdo exclusivo seja ainda melhor do que nosso conteúdo público, não queremos nada pela metade: imagine então o trabalho que temos pensando e repensando em tudo isso.

Por isso também queremos escrever mais editoriais, para conversar com o público não só sobre notícias, idéias e livros, mas também sobre nosso próprio trabalho.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Queremos anunciantes interessados em apresentar seus produtos para nosso público: pode não ser grande quanto um site da grande e velha mídia, mas temos de donos de grandes empresas a candidatos a presidência da República, dos jornalistas, artistas, atores, músicos e celebridades mais influentes e respeitados no país até senadores e governadores de estado entre nossos leitores mais fiéis.

Por isso também estamos colocando mais anúncios e propaganda no site: são exatamente os produtos que podem nos fazer crescer.

Além disso, temos já alguns produtos a oferecer aos nossos leitores, ouvintes e agora espectadores. Um deles é o filme O Jardim das Aflições, sobre o filósofo Olavo de Carvalho, que foi lançado para você ver quantas vezes quiser na sua casa. Além da versão original do filme com making of, você também pode comprar a versão estendida, cheia de extras para prestigiar ainda mais este grande pensador de peso internacional e ainda ter acesso a alguns de seus cursos. É uma honra poder trabalhar com os grandes Josias Teófilo e Matheus Bazzo nesta empreitada, além de ser uma das melhores formas de apresentar a filosofia de Olavo de Carvalho a quem ainda não a conhece.

Os extras incluem:

1 – Versão estendida do filme (+15 min)
2 – Versão original do filme
3 – Extra: As doze camadas da personalidade
4 – Extra: Individualismo e coletivismo
6 – Extra: Poder Popular
7 – Extra: Making of e bastidores do filme
8 – Extra: Debate com Olavo de Carvalho em New York
9 – Ebook: Roteiro do filme
10 – Ebook: Entrevista com Olavo de Carvalho
11 – Ebook: Diário de montagem
12 – Cartaz em imagem em alta
13 – Pintura de Olavo de Carvalho em imagem em alta
14 – Fotos exclusivas do filme

E também estamos trabalhando com o Brasil Paralelo, que reuniu 50 grandes palestrantes para concretizar aquilo que todo mundo que enfrentou os decadentes níveis de ensino no Brasil sempre sonhou: um curso de História do Brasil sem doutrinação ideológica. Finalmente conheceremos aquela história que não é filtrada por propaganda partidária.

Além de 5 episódios gratuitos com um compilado geral em altíssima qualidade cinematográfica, você também pode se cadastrar para ter acesso a todas as 50 palestras na íntegra. E além disso, caso ainda não tenha admirado o trabalho do Brasil Paralelo no ano passado, pode adquirir as duas temporadas com um descontaço: as duas não saem por muito mais do que a série “Brasil: A Última Cruzada”.

Só assim vamos crescer. Só assim seremos melhores, e não iguais ao que somos agora. Só assim vocês poderão ver o Senso com mais público, e podendo influenciar mais a opinião pública deste país (e só deste país?) e, quem sabe, tornar esse mundo um tantinho melhor.

Por isso estamos também lembrando sempre para nos seguirem em nossas redes sociais, tanto no Twitter (@sensoinc) quanto nossa página no Facebook e, agora, nosso canal no Youtube, para podermos irritar mais gente de uma vez só. Não temos como atingir quem queremos, quem ainda não nos lê, sem o apoio nas redes sociais.

Ah, e não deixem de entupir sua estante com os livros da Amazon que sempre linkamos aí embaixo! Você ajudará muito o site mesmo que queira, na verdade, outros livros: basta iniciar a compra por nossos links!

Muito obrigado a todos pela companhia, paciência e, claro, mesmo com atrasos, mais novidades estão encaminhadas!

Nós somos o Senso Incomum, ajudando você a ficar mais inteligente e perder amigos.

  • Kahlil Zattar

    Acabei de me tornar um patron do Senso Incomum! Acho fundamental e excelente o seu trabalho e quero ver o site crescer! Boa sorte, direto de Joinville, Kahlil Zattar.

    • Kahlil, muitíssimo obrigado! Esperamos que o conteúdo seja ainda melhor!!

  • Diego Oliveira Freitas

    Parabéns pessoal, o conteúdo produzido aqui é muito valioso!
    Sugestões/pitaco…vcs poderiam produzir o Guten Morgen em vídeo (youtube), claro disponibilizar a versão áudio pra quem queira, creio que isso só aumentará o alcance (vcs já devem ter algo na manga).
    Outra, vídeos menores com uma exposição de até 5min sobre assuntos que são destaque do dia, acho que inserir a visão de vcs no debate diário via rede social seria muito benéfico (para nós simpatizantes rsrs).
    Abraço e continuem!

  • José, muito obrigado pela força! Espero fazer ainda mais por merecer!

  • Pois é, eu divulguei este vídeo! Uma honra gigantesca! O canal do rapaz é simplesmente fantástico!

  • Tomas

    Que bom que o senso incomum está de volta. Um dos melhores sites sobre cultural e política da net.

  • matheuscello

    Aeee Flávio! Parabéns!
    Há 2 dias me tornei apoiador e não me arrependo. Com R$15,00 sei que estarei ajudando o site e me ajudando a chegar mais perto das verdades. Obrigado por toda dedicação!

    • Matheus, é uma honra enorme! Pense que se metade dos nossos leitores fizessem o que você fez, poderíamos ser quase tão influentes na internet quanto algum grande jornal… Muito obrigado por dar mais um passo nesse caminho, esperamos fazer por merecer!

  • WillMDias

    Parabéns.
    Estamos juntos nessa divulgação.

    Foi estranho estrar no site e ver aquela mensagen estranha.
    Pensei, -será que alguma “redbureau” derrubou o senso?”-

    Ainda bem que as coisas voltaram ao normal.

    Vida longa ao SonsoIncomum.

Sem mais artigos